Portugal volta a empatar com o Japão

Seleção travada pelos nipónicos em jogo de preparação

Portugal voltou esta quarta-feira a empatar a um golo frente ao Japão, no Pavilhão Municipal Torre da Marinha, no Seixal, no segundo jogo de preparação com os nipónicos para a fase de qualificação do Mundial'2020 de futsal.

Num jogo marcado pela ausência de Ricardinho, devido a uma lombalgia, o Japão, vice-campeão da Ásia, colocou-se em vantagem ao minuto 35, com um golo de Shota Hoshi, e o empate português chegou já em cima dos 40 minutos, num remate de Tiago Brito.

Tal como no jogo de terça-feira, que acabou igualmente com um empate a uma bola, Portugal entrou mais forte na quadra e do cinco inicial apenas Vítor Hugo, o guarda-redes, não tentou o remate à baliza nos primeiros minutos.

O Japão começou tímido no ataque e o primeiro remate dos nipónicos chegou apenas aos 10 minutos. Uma iniciativa a que André Coelho, na jogada imediatamente a seguir, respondeu com um remate que embateu com estrondo no poste.

Na segunda metade do primeiro tempo, o Japão mostrou-se mais no ataque e nos lances de bola parada colocou em sentido Vítor Hugo. Do lado do vice-campeão asiático, Higor Pires também esteve evidência e, com defesas atentas aos remates de Fábio Cecílio e Bruno Coelho, segurou o nulo até ao intervalo.

Num confronto sempre muito físico e marcado pelas movimentações sem bola, Portugal voltou a arrancar melhor no segundo tempo e aos 30 Pany Varela acertou uma vez mais no poste. Fábio Cecílio tentou também a sua sorte por mais do que uma vez e até o guarda-redes André Sousa subiu para finalizar em dois lances.

Depois de tanto desperdiçar, Portugal acabou por ser castigado ao minuto 35: numa boa jogada pela direita do Japão, com Rafael Henmi como protagonista, a bola sobrou para Shota Hoshi, que de bicicleta fez a bola passar sobre André Sousa e colocou o resultado em 1-0 para o Japão.

Nos últimos minutos, Portugal recorreu ao cinco para quatro para chegar à igualdade e o 1-1 chegou aos 40 minutos, com sete segundos para jogar, num remate de fora de área de Tiago Brito que surpreendeu o guarda-redes do Japão.

Jogo realizado no pavilhão Municipal Torre da Marinha, no Seixal.

Portugal - Japão, 1-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, Shota Hoshi, 35 minutos.

1-1, Tiago Brito, 40.

Equipas:

- Portugal: Vítor Hugo, Fábio Cecílio, Pedro Cary, Bruno Coelho e João Matos. Jogaram ainda: André Sousa, Tiago Cruz, André Coelho, Nilson, Erick, Pany Varela, Tiago Brito e Tunha.

Treinador: Jorge Braz.

- Japão: Higor Pires, Akira Minamoto, Tomoki Yoshikawa, Katsutoshi, Rafael Henmi e Kazuya Shimizu. Jogaram ainda: Shunta Uchimura, Yuta Kokado, Minami Kato, Yushi Sekiguchi, Manabu Takita, Yuki Murota, Takashi Morimura, Ryohei Ando, Shota Hoshi e Ryosuke Nishitani.

Treinador: Bruno Garcia.

Árbitros: Miguel Castilho (AF Lisboa) e Rúben Guerreiro (AF Algarve).

Ação disciplinar: nada a registar.

Assistência: cerca de 1.200 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.