Quarentão Nino mostra como se faz

Jogador do Burinhosa quer jogar mais épocas

• Foto: Carlos Barroso

É conhecido por Nino o verdadeiro quarentão da Liga, que atesta o provérbio que diz que ‘velhos são os trapos’. À beira de completar 41 primaveras, o pivô assinou um hat trick no triunfo do Burinhosa sobre o Leões de Porto Salvo (7-5), menos de um ano depois de ter cometido a igual proeza diante do mesmo adversário. E não quer ficar por aqui.

"Estive parado e voltar a ajudar é uma sensação ótima. Marcar os três golos foi a cereja no topo do bolo", resume o brasileiro, que não equaciona ainda o fim da carreira. "Nunca pensei jogar aos 40 anos, mas foi acontecendo. A cada época que terminava tinha convites e fui aceitando. O ambiente que envolve o futsal é espetacular e deixar isso é o que me vai custar mais", assume o pivô, que espera jogar "pelo menos mais um ano e, de preferência, no Burinhosa".

Operação indesejada

A exemplo da época anterior, Nino lesionou-se quando era o melhor marcador da equipa de Kitó Ferreira, mas a vontade de voltar a jogar tem sido mais forte. Amanhã, contudo, vai falhar o embate com o Sporting a contar para os quartos-de-final da mais recente prova da FPF, em Oliveira de Azeméis, devido a uma cirurgia ao nariz. "Voltei a jogar apenas há duas jornadas e coincidiu marcar a operação com o fim de semana da Taça da Liga. O míster Kitó é que não gostou muito…", brinca o experiente futsalista, que chegou a Portugal para representar o Instituto D. João V, em 2001, e por cá ficou.

O jogador casou com uma portuguesa e tem dois filhos. O rapaz, Mateus, de 9 anos, joga futebol no Moita do Boi e o pai, orgulhoso, diz que o pequeno "tem jeito" e "corre bem". Está-lhe nos genes, porque Nino corre mais aos 40 anos do que muitos jovens…

Por Joaquim Paulo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.