Sporting contra proposta da FPF

Discórdia acerca de regras da ficha de jogo

• Foto: Pedro Ferreira

A Federação Portuguesa de Futebol pretende impor pena de derrota aos clubes da Liga que apresentem mais de cinco atletas que não tenham sido formados localmente na ficha de jogo. Dos 12 clubes que garantiram a permanência na competição, só o Sporting votou contra esta regra.

O diretor do futsal leonino, Miguel Albuquerque, explicou que a tomada de posição está relacionada com os objetivos do clube e por considerarem que não há uma defesa do jogador português.

"Há 2 anos, enquanto outros clubes utilizavam estrangeiros a mais, o Sporting propôs a perda de pontos e a FPF respondeu que não era possível. Passados 2 anos, reajustámos os nossos objetivos internacionais e achamos que não é o facto de não podemos utilizar mais do que cinco jogadores formados localmente que protege o jogador português", referiu o responsável a Record. "Posso ter um plantel com 15 atletas nessas condições e nenhum poder jogar na Seleção Nacional. Onde é que estamos a proteger realmente o futsalista português?", rematou.

O jogador formado localmente é aquele que entre os 15 e os 21 anos (lei transitória é até 23 anos) tem três inscrições em Portugal.

Por Cláudia Marques
38
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.