Record

UEFA Futsal Cup: Benfica conquista vitória sem glória

BOOMERANG GERIU VANTAGEM DA 1ª MÃO

O Benfica venceu ontem a partida da segunda mão da final da UEFA Futsal Cup, mas o resultado (4-3) não chegou para anular a desvantagem trazida do jogo da primeira mão (o Boomerang Interviú ganhou por 4-1, em Espanha). Assim, a equipa campeã espanhola junta ao seu palmarés o título de campeã europeia, enquanto o Benfica tem de se contentar com o feito de ter sido a primeira formação portuguesa a atingir uma final da UEFA.

A equipa encarnada realizou ontem uma exibição esforçada e digna, com bons momentos de futsal, embora, no conjunto das duas mãos, fique a sensação de que o favoritismo do Boomerang nunca esteve em causa. Ontem, a formação espanhola limitou-se a gerir a vantagem que trazia do jogo em Torrejón de Ardoz... da forma experiente, matreira, fria e calculista de que se fazem tantas vezes os campeões.

O Boomerang quase garantiu a conquista do troféu, logo na primeira parte, com os golos dos inevitáveis Daniel e Marquinho. O Benfica ainda respondeu, com um tento obtido por Rogério Vilela, mas a desvantagem de um tento ao intervalo e a inverosimilhança do Benfica apontar cinco golos na etapa complementar deixavam poucas esperanças. Ainda assim, os 2.600 espectadores que enchiam o Pavilhão da Luz não se escusaram de apoiar a equipa, que se lançou para uma segunda parte memorável e emotiva.

Um "hat-trick" do capitão André Lima colocou o Benfica em vantagem (4-2), a dois tentos do troféu, a seis minutos do fim. Mas a reacção dos espanhóis foi imediata e mortífera: num contra-ataque rápido, Daniel fez o 4-3 e desmascarou a ilusão da reviravolta benfiquista.
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas

M