Manter caminho rumo ao objetivo

Azerbaijão é um velho conhecido de Portugal em jogos decisivos. E o balanço é muito positivo

Fábio Cecílio só pensa em vencer
• Foto: FPF

A Seleção Nacional entra hoje na fase ‘mata-mata’ do Campeonato da Europa de futsal, jogando os quartos-de-final da prova frente a um velho conhecido: o Azerbaijão. Num total de 11 duelos, Portugal venceu oito e registaram-se três empates. Duas das partidas mais memoráveis foram a da meia-final do Europeu de 2010 (5-4, nos penáltis) e os ‘quartos’ do último Mundial (3-2).

Fábio Cecílio participou neste último jogo e acredita que os azeris também não o esqueceram. "Agora é tentar fazer melhor ou igual. Eles devem estar um pouco ‘lixados’ com Portugal, mas temos de preocupar-nos connosco e só assim podemos dar a volta a isso", confidenciou o fixo, considerando que desde a Colômbia, em 2016, "ambas as equipas cresceram, em termos táticos", o que irá criar "algumas dificuldades". Mas, assegura, a lição está bem estudada pelos jogadores portugueses.

"Vamos encontrar uma equipa totalmente diferente, muito forte, que tem cinco estrangeiros [n.d.r.: os brasileiros Vassoura, Bolinha, Fineo, Eduardo e Gallo]. Sabemos a qualidade que eles têm e estamos focados nisso", assegurou, destacando a qualidade de Vassoura e Bolinha. "É metermos na cabeça que são jogadores como nós e que vamos entrar para ganhar", rematou, com confiança.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Europeu de futsal'2018

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.