Record

Sonho europeu do Sporting

Um ano após o descalabro, na final frente ao Inter de Ricardinho, o Sporting volta à fase decisiva com ambições renovadas

• Foto: Miguel Barreira

De regresso ao palco de todas as decisões, o Sporting aponta à conquista da UEFA Futsal Cup como grande objetivo da época. A equipa liderada por Nuno Dias há muito que não sabe o que é perder e tem o sonho europeu "em agenda". Para trás e "esquecida" está a goleada sofrida na final da temporada passada, frente ao Inter Movistar (7-0), em Almaty, no Cazaquistão.

O Sporting quer agora conquistar a UEFA Futsal Cup, na quinta presença na final four da competição. No palmarés os leões contam com duas medalhas de prata, uma de bronze e ainda um 4º lugar.

Irrepreensível durante a ‘main round’, em que ultrapassou P. Kherson, Nikars e Ekonomac, os leões voltaram a vencer de forma categórica o Grupo B da Ronda de Elite. Esta que foi mais uma prova organizada pelos leões, que aconteceu no novíssimo Pavilhão João Rocha. O Sporting qualificou-se para a final four ao vencer o Halle Gooik, o Nacional Zagreb e Dina Moskva, com a turma liderada por Nuno Dias a chegar à fase decisiva da competição só com vitórias, com 25 golos marcados e apenas sete sofridos.

O sorteio da final four ditou que, na meia-final, o Sporting defronte o ETO Györ, da Hungria, a equipa sensação da competição (ver peça ao lado).

Com reforços de peso para a época 2017/18, o Sporting leva mais experiência para esta fase final. Obrigatório será ultrapassar os húngaros do ETO Györ, depois, na final, os leões vão ter de exibir-se ao mais alto nível para poderem vencer Barcelona ou Inter Movistar, duas das maiores potências mundiais do futsal.

Caso o Sporting se qualifique para a final, a equipa de Nuno Dias terá um apoiante especial na bancada do Pavilhão Príncipe Felipe, em Saragoça: o presidente Bruno de Carvalho.

Objetivo assumido

Um dos trunfos de Nuno Dias para esta fase final da Champions League do futsal europeu é o ítalo-brasileiro Merlim, campeão da Europa por Itália, mas que nunca conquistou a UEFA Futsal Cup, situação que reforça ainda mais a sua ambição.

"Mesmo que já tivesse vencido esta prova de clubes, queria vencê-la novamente , porque é o sonho de qualquer jogador. É uma das três principais competições do Mundo e toda a gente vai estar a assistir a estes quatro jogos que serão realizados aqui. Sinto-me privilegiado por estar neste grupo e por estar aqui. É também um sonho que estou a realizar", confidenciou o ala, de 31 anos, após o treino de adaptação ao Pavilhão Príncipe Felipe, em Saragoça.

Uma adaptação que decorreu sem sobressaltos, até porque o piso, garante Merlim, não será problema. "Este piso é onde todos os jogadores querem estar. Aqui não temos desculpas. Nós começámos a jogar futebol na rua e em pisos de muito menor qualidade. Aqui não podemos dar a desculpa da bola ou do piso", garante o jogador do Sporting, antes de analisar o estado de espírito do grupo de trabalho.

"As nossas expectativas são sempre as melhores. Chegamos a esta final four com bastante ambição de conquistar o título que foi perdido na temporada passada. Jogámos com esta equipa [ETO Györ] por três vezes, em fases anteriores, e ganhámos os três jogos. Mas, atenção, se eles chegaram até esta fase é porque têm muita qualidade", remata Merlim.

Por André Ferreira
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de UEFA Futsal Cup

Notícias

Notícias Mais Vistas

M