Record

Diana Silva: Futura farmacêutica dá receita do sucesso

Garante que a derrota com a Espanha não abalou a confiança da Seleção Nacional

• Foto:  Pedro Catarino

Espírito de superação e crença de que o trabalho, mais tarde ou mais cedo, dará resultados. Foi com estas referências que Portugal conseguiu chegar a esta fase final do Europeu e foram também estas duas características que marcaram o passado de Diana Silva, dentro e fora de campo. Hoje, apesar da derrota inaugural, "num jogo duro e desgastante, frente a uma das candidatas ao título", a avançado continua a sorrir e a garantir que, seguindo os mesmos princípios, Portugal encara o futuro "com confiança".

"A equipa não está feliz pelo resultado em si, não foi bom, mas fizemos tudo o que estava ao nosso alcance. Acreditamos em nós e no nosso trabalho. A Escócia é o adversário que se segue, vamos ter outro tipo de estratégia, que se adeque melhor a esse jogo", assegurou a jogadora do Sporting, deixando a receita para o sucesso: "Achamos que poderá ser uma equipa mais ao nosso nível, mas também é um adversário forte e vamos ter de ter as nossas precauções frente a elas." Aos 22 anos, Diana Silva tem duas paixões que alimentou desde muito nova. Uma, obviamente, é o futebol. Com três irmãos, a agora craque ‘fintou’ a tendência natural e chegou ao topo. "Se calhar jogava melhor que eles", atira, entre risos, a camisola 16 da Seleção Nacional, explicando: "Apoiam-me bastante, gostam de me ver e penso que também têm orgulho. Sempre jogámos juntos e nunca senti a diferença por ser rapariga. O meu irmão mais novo também jogava e era muito bom, mas depois deixou o futebol. Com o mais velho, como é treinador, procuro esclarecer alguns aspetos e perguntar-lhe a sua opinião no sentido de aprender mais e de melhorar."

A segunda é as Ciências Farmacêuticas, curso que irá terminar este ano. "Nem sempre é fácil conciliar, mas tudo se faz. É uma área muito vasta e que me dá muitas opções para quando tiver que decidir o que quero fazer", referiu, admitindo que, para já, ainda não é tema que lhe ‘tire o sono’.

Patrícia Morais muito elogiada

Conforme o tempo vai passando, vamos testemunhando vários pormenores que denotam que, de facto, muito do sucesso desta Seleção reside na enorme união e espírito de grupo. Ontem, Diana Silva voltou a reforçar esta ideia, destacando a maior figura da equipa no embate diante da Espanha. "A Patrícia Morais esteve excelente, aliás, como costuma estar sempre, em muitos jogos. Na segunda parte notou-se realmente que é uma excelente guarda-redes", analisou a atacante, deixando ainda um rasgado elogio à companheira na Seleção e no Sporting: "É fantástica, acho até mesmo que é das melhores a nível internacional."

Por Fábio Aguiar
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Seleção Feminina

Alex Morgan e Carli Lloyd: Nos ‘States’ mandam elas

Nas terras do Tio Sam, quem leva a bola para casa são as mulheres. A seleção feminina é a melhor do Mundo, enquanto a masculina anda perdida. Alex Morgan e Carli Lloyd são as principais referências e contam tudo a Record
Notícias

Notícias Mais Vistas

M