117 milhões de euros em prémios desde 2000

Só Alemanha e Espanha receberam mais do que Portugal no mesmo período

• Foto: Vítor Chi

A 10ª presença consecutiva de Portugal na fase final de uma grande competição confirma que o nosso país está no topo do futebol europeu desde a viragem do século. O Euro’2000, disputado na Holanda e na Bélgica, marcou o início de uma sequência perfeita da Seleção Nacional em fases de qualificação para Europeus e Mundiais, algo de que apenas se podem também gabar Alemanha, Espanha e França – a Itália ainda pode juntar-se ao lote, caso ultrapasse o playoff para o Rússia’2018. E tudo isso significa dinheiro, muito dinheiro.

Fazendo as contas aos prémios monetários pelas participações nestes grandes campeonatos, Portugal já soma 116,7 milhões de euros – apenas perde para Alemanha e Espanha, sendo que no caso dos espanhóis a diferença é mínima. Isto quer dizer que a Seleção Nacional não é apenas forte nas qualificações, também tem apresentando uma regularidade impressionante: nas últimas nove provas, chegou pelo menos cinco vezes às meias-finais.

Os valores aqui mostrados já incluem o prémio de presença na Rússia, no próximo ano. Tal como tem sido costume a cada quatro anos, haverá um significativo aumento em relação ao Brasil’2014. Para se ter uma ideia, o vencedor do próximo Mundial levará para casa 44 milhões de euros.

Para estas contas, foram utilizadas tabelas oficiais da FIFA e da UEFA em cada competição, o que também permite perceber a subida exponencial. Nos casos em que os valores originais eram em francos suíços ou dólares, foi utilizada a taxa de câmbio para euro em vigor no final da respetiva prova. E, claro, estamos a falar de prémios e não de lucro da FPF, pois a presença da Seleção em grandes provas implica também despesas.

Por Sérgio Krithinas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Seleções

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.