Cédric lembra premonição antes da final do Euro'2016: «Ó Éder, amanhã vais fazer um golo»

Lateral-português esteve à conversa em vídeo-chamada no Facebook da SIC Notícias

• Foto: EPA

Cédric Soares, lateral-português do Arsenal, esteve à conversa, em vídeo-chamada, no Facebook da SIC Notícias. O internacional luso não mostrou-se contra um possível regresso da Premier League desde exista "condições de segurança para todos", revelou como tem sido esta nova realidade nos gunners e contou ainda uma história inédita sobre Éder Lopes, ele que viria a ser figura na final do Euro'2016, diante da França.

"[Comparação entre Portugal e Inglaterra] Portugal começou com o 'lockdown' (isolamento social, em inglês) antes de Inglaterra. Inglaterra, e Londres em particular, é um meio maior, portanto é mais difícil controlar as coisas e comunicar. Ainda assim, acho que Inglaterra tem seguido, mais ou menos, o mesmo padrão de Portugal. Acho que nenhum país estava à espera de um vírus desta dimensão", começou por dizer o lateral-direito.

Regresso aos treinos no Arsenal

"Os treinos são individuais. Estamos 5 jogadores por campo, com 40/50 metros de distância. O Arsenal tem grandes condições e dá-nos toda a segurança. Levamos o nosso equipamento, a nossa água, o nosso relógio, o nosso GPS, nem a bola podemos partilhar. Mesmo que com muita distância entre nós, é sempre melhor que estar a treinar sozinho em casa."

Possível retoma da Premier League

"Os que vão à frente se calhar vão dizer que seria melhor terminar, e neste caso a diferença do primeiro para o segundo até é grande, mas há 30 pontos em disputa, os jogos não são todos iguais e as fases das equipas também não. O campeonato, para ser justo, tem de ser jogado até ao fim. Sou sempre a favor da verdade desportiva e gosto de jogar futebol, portanto, se houver condições, o futebol deve ser jogado. Se as autoridades de saúde, em conjunto com as de futebol, garantirem que há essas condições de segurança para todos, o futebol deve ser jogado."

O interesse do Arsenal

"Quando surgiu o interesse do Arsenal, soube que era a opção ideal. A Premier League é uma liga apaixonante que conheço bem,tal como a cidade de Londres. A adaptação tem sido excelente e o clube tem tido um cuidado incrível com todos nós neste período em que estivemos em casa, preocupando-se em saber como estávamos e fazendo algumas reuniões por videoconferência, que foram muito produtivas."

Elogios a Bruno Fernandes

"É um jogador de grande qualidade, que deu uma alma nova ao Manchester United."

Quando soube que ia ser titular na final do Euro'2016

"O míster Fernando Santos só dá a equipa no dia do jogo e é sempre uma incógnita. E, quando eu soube que jogaria, senti-me mesmo ansioso. Estava ansioso, com uma ansiedade diferente. Então, fechei-me na casa de banho, olhei para a parede e pensei 'Preparaste-te uma vida inteira para isto e vai ter der ser'. E foi."

"Ó Éder, amanhã vais fazer um golo"

"No dia antes da final, eu, o Fonte, o Éder e mais um ou dois jogadores estávamos na sauna. E dissemos: 'Ó Éder, amanhã vais fazer um golo'. E ele riu-se, porque todos, mesmo não sabendo a equipa, tínhamos mais ou menos a noção que ele seria suplente. Na altura foi uma piada, mas depois sucedeu mesmo."

Desejo de participar no próximo Europeu

"O mais importante é ter rendimento. Há muita qualidade na minha posição, mas acredito nas minhas capacidades e, com a idade, tomamos melhores decisões, tenho outra maturidade. Acho que o melhor Cédric ainda está para vir."

Mensagem para os portugueses

"Mantenham-se ativos e positivos. Este período vai-nos marcar, mas certamente que poderemos, no futuro, voltar a dar beijos e abraços, que são parte fundamental da nossa vida. Envio, de Inglaterra, energia positiva para toda a gente, muito amor e saúde", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Seleções

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0