Fernando Santos: «Ofensivamente foi um dos melhores jogos até agora»

Selecionador destaca o caudal ofensivo diante da Bulgária

A carregar o vídeo ...
A responsabilidade do "miúdo" Renato e os golos "reservados" de Ronaldo

Fernando Santos ficou aborrecido pela derrota caseira com a Bulgária mas não preocupado com a qualidade ofensiva da equipa. O selecionador nacional apontou um "deslumbramento" nos minutos iniciais como uma das principais causas da falta de acerto da equipa das quinas.

O desespero de Cristiano Ronaldo e companhia
"[Derrota] tem sempre importância. Não gosto de perder nem a feijões. Para mim não há amigáveis. Eu e os jogadores não estamos satisfeitos. Fizemos tudo para fazer um resultado completamente diferente. Tivemos uma entrada brilhante, de 10 ou 15 minutos fantásticos e aí houve algum deslumbramento. Fomos tão fortes, tão consistentes e tão capazes, a conseguir duas ou três oportunidades e o guarda-redes a fazer defesas sem saber ler nem escrever. Esse deslumbramento tirou-se concentração principalmente no momento da perda de bola. Aí pagámos caro esses 10 ou 15 minutos", começou por dizer. 

"Continuámos a atacar mas quando perdíamos a posse da bola não tínhamos a agressividade defensiva. Permitimos que o adversário saísse para o contra-ataque duas ou três vezes e acabou por fazer um golo. Foi confuso mas foi num desse tipo de lances e isso penalizou-nos um pouco ao longo do jogo. Obviamente que para além de termos criado não sei quantas oportunidades de golo, não concretizamos. Houve coisas que é preciso retificar e melhorar em termos de treino mas isso é perfeitamente normal. Não estamos é satisfeitos com o resultado porque em termos exibicionais e, então ofensivamente, a equipa produziu um dos melhores jogos até agora", resumiu aos microfones da RTP, após o jogo de Leiria.

Por Flávio Miguel Silva
10
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Seleções

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.