Fernando Santos: «Quando um génio nos abandona fica a sensação de vazio»

Selecionador nacional lamenta morte de Johan Cruyff

• Foto: Lusa

O selecionador nacional, Fernando Santos, reagiu esta quinta-feira à morte do antigo futebolista Johan Cruyff, vítima de cancro aos 68 anos.

"Fomos todos surpreendidos com a notícia, apesar de sabermos que há algum tempo que lutava contra a doença. Sentimento de perda de alguém que se habituou a passear classe nos relvados. Quando um génio nos abandona, seja de que área, fica sempre uma sensação de vazio, tal como aconteceu recentemente também com a morte de Nicolau Breyner", disse Fernando Santos, que esta quinta-feira em conferência de imprensa abordou também os atentados, terça-feira, em Bruxelas.

"Ficámos sensibilizados com o que aconteceu em Bruxelas, mas infelizmente temos assistindo a situações destas em todo o Mundo. Como todos, estamos solidários e tristes. Esperamos que o Mundo possa melhorar", referiu.

Por Marta Correia Azevedo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Seleções

Notícias

Notícias Mais Vistas