Manuel Fernandes: «Quero criar algum tipo de dúvida no selecionador»

Médio regressa cinco anos depois aos convocados da Seleção

• Foto: Fernando Ferreira

Manuel Fernandes, que está de regresso à seleção portuguesa após cinco anos de ausência, afirmou que quer "criar, ao menos, algum tipo de dúvida" ao técnico Fernando Santos, para poder estar nos convocados para o Mundial2018.

"Estive algum tempo sem poder estar presente, mas poder voltar e poder representar a seleção é um orgulho. Sempre tentarei fazer o melhor. Quero dar seguimento ao trabalho feito no meu clube e, ao menos, criar algum tipo de dúvida no selecionador para poder fazer parte dos 23 no futuro", disse o médio do Lokomotiv Moscovo, em declarações à Federação Portuguesa de Futebol.

Manuel Fernandes, que tem nove jogos e dois golos pela seleção principal, vestiu pela última vez a camisola de Portugal em 29 de fevereiro de 2012, num particular com a Polónia, em Varsóvia, que terminou empatado a zero. Na altura, Paulo Bento comandava a formação das quinas.

O jogador de 31 anos foi chamado por Fernando Santos para os particulares com Arábia Saudita, na sexta-feira, em Viseu, e Estados Unidos, em 14 de novembro, em Leiria, numa lista de convocados que inclui muitas caras novas.

"Vão ser dois jogos em que os jogadores vão poder mostrar ao selecionador as suas capacidades e provar que podem fazer parte do lote de selecionáveis para o Campeonato do Mundo, referiu.

Além de servirem de preparação para a fase final do Mundial2018, que vai decorrer na Rússia, os dois particulares terão um aspeto solidário, com as receitas a reverterem para as vítimas dos incêndios que sucederam em outubro.

Estes particulares serão os últimos jogos de Portugal, atual campeão europeu, no ano de 2017.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Seleções

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.