Pauleta acredita que Portugal tem "uma grande seleção" capaz de estar no Mundial

Ex-avançado esteve presente na inauguração da PSG Academy, em Lisboa

• Foto: Pedro Ferreira
O antigo avançado internacional português Pedro Pauleta manifestou-se esta quinta-feira confiante que Portugal vai vencer os próximos jogos e garantir a qualificação para o Campeonato do Mundo de 2018 na Rússia.

"Portugal tem uma grande seleção, tem feito uma excelente prova. Acredito que vamos conseguir vencer os dois jogos, porque temos capacidade e temos demonstrado isso", disse o antigo jogador, à margem da inauguração do Paris Saint-Germain (PSG) Academy, em Lisboa.

Para Pauleta, que ocupa o segundo lugar na lista dos melhores marcadores da seleção lusa, atrás de Cristiano Ronaldo, "Portugal sempre teve excelentes pontas de lança e continua a ter".

"O mais importante é a equipa e que Portugal continue a ganhar, é isso que tem de fazer. E estamos confiante que vamos fazer dois bons jogos", comentou.

Portugal ocupa o segundo lugar do grupo B de qualificação para o Mundial da Rússia'2018, com 21 pontos, menos três do que a líder Suíça.

A seleção portuguesa enfrenta, a 7 de outubro, a congénere de Andorra, terminando a fase de qualificação com um jogo decisivo na receção à Suíça, a 10 de outubro.

Embaixador do PSG desde 2008, Pedro Pauleta explicou que a academia inaugurada esta quinta-feira tem como objetivo principal "passar os valores do PSG, fazer crescer a marca do clube e dar oportunidade a todos os miúdos que queiram jogar com a camisola do PSG".

"O grande objetivo não é formar jogadores para a primeira equipa do PSG. É óbvio que se isso acontecer algum dia, será um orgulho para todos. Mas não é esse o grande objetivo", sublinhou.

Também presente na cerimónia, o diretor de merchandising e diversificação de marca do PSG, Fabien Allègre, salientou que o objetivo da academia não é concorrer com as academias dos grandes clubes portugueses já existentes.

"Não vimos tentar ganhar mercado a outras academias. Pensamos sinceramente que ainda há espaço para uma academia PSG, com um método um pouco diferente. Mas não estamos aqui absolutamente para fazer concorrência às outras academias", acentuou.

Fabien Allègre justificou a opção por Lisboa como "uma escolha que se impôs naturalmente".

O PSG tem, agora, academias em 11 países, envolvendo mais de 11.500 crianças.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Seleções

Notícias

Notícias Mais Vistas