Terminar com um clássico

Último sistema utilizado foi o 4x4x2

Os particulares diante de Bulgária e Bélgica, os últimos antes da lista final para o Europeu de França, mostraram uma Seleção Nacional a apresentar-se em 4x4x2, um sistema que parece ter chegado para ficar.

Numa fase inicial, o técnico optou por atuar, dentro deste mesmo sistema, com um sector intermédio organizado em losango, com dois elementos mais soltos na frente. Com o crescimento da equipa, largou esse modelo e fixou-se entre um 4x4x2 mais clássico e o 4x3x3. Este último sistema apareceu em oito dos 16 jogos mas ultimamente, e face à ausência de um avançado de raiz, prevaleceu o tal 4x4x2 de características mais clássicas.

Modelo é ‘sempre o mesmo’

Apesar de a Seleção se desdobrar em diferentes formas de organização, Fernando Santos já assumiu que o importante não é o sistema mas sim a ideia de jogo.

"Não é importante se é 4x4x2 ou 4x3x3, mas sim o nosso ADN, procurando pressionar o mais alto possível e, em posse, finalizar", destacou Santos.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Seleções

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.