Europeu sub-17: Confinamento do selecionador pode "servir de motivação extra"

Rui Bento foi chamado aos trabalhos da equipa por José Lima estar com covid-19

José Lima
José Lima • Foto: FPF
O confinamento do selecionador português de futebol de sub-17, José Lima, devido a um teste positivo ao coronavírus, que provoca a covid-19, pode até servir de motivação extra, segundo a equipa, a quatro dias do Europeu da categoria.

"Os jogadores também já têm alguma experiência. Pode servir como motivação extra. Eles sabem o que é ter objetivos e os treinadores também. Agora, se calhar, vamos unir-nos mais ainda - jogadores, treinadores, 'staff' - para também dizer ao treinador que estamos com ele e queremo-lo cá", disse Rui Bento, atual responsável pelos sub-19, chamado aos trabalhos dos sub-17 devido ao sucedido.

A seleção portuguesa de futebol sub-17 está há 10 dias em estágio na Cidade do Futebol, em Oeiras, a preparar a participação na fase final da prova continental.

José Lima ficou quarta-feira em isolamento profilático, sem sintomas aparentes, à espera de instruções das autoridades de saúde sobre quando poderá viajar para Israel, que vai acolher o torneio, entre segunda-feira e 01 de junho.

"As coisas são o que são. Aconteceu-nos isto, ninguém queria. Perante a situação, aquilo que vamos procurar fazer é dar continuidade ao trabalho. Não vamos alterar nada. O processo é o mesmo, as coisas estão perfeitamente articuladas. É dar continuidade e esperar que o 'mister' Lima, se não estiver no primeiro [jogo], que esteja no segundo", afirmou Rui Bento.

O médio do Sporting Dário Essugo reconheceu que "é um bocadinho mau" a equipa não ter "o 'mister' principal" consigo.

"Mas temos os outros [técnicos] a ajudar-nos. Também nos dá uma motivação extra. Vamos estar sempre a lutar com ele [José Lima] e ele vai estar do lado de fora a ajudar-nos", garantiu.

Portugal vai estrear-se no grupo D do Europeu sub-17 na terça-feira, em Natanya, diante da Escócia, seguindo-se embates com Suécia e Dinamarca, respetivamente a 20 e 23 de maio. Os dois primeiros classificados dos quatro agrupamentos apuram-se para os quartos de final da prova.

A comitiva portuguesa parte para Telavive na tarde de sexta-feira, chegando a território israelita já de noite, a três dias do seu primeiro compromisso na competição.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sub17

Notícias

Notícias Mais Vistas