Bruno Fernandes: «Um jogador quando vem à Seleção Nacional já tem de estar motivado»

Médio quer "grande exibição" com o Liechtenstein

• Foto: Pedro Ferreira

O médio Bruno Fernandes, capitão da selecção portuguesa de futebol de sub-21, assumiu esta terça-feira que a equipa quer fazer uma "grande exibição" no jogo de quinta-feira com o Liechtenstein, de apuramento para o Europeu."Queremos fazer mais uma grande exibição, não interessa o adversário que temos pela frente, sempre que vimos à selecção o nosso objectivo é ganhar e fazer o melhor jogo possível", afirmou Bruno Fernandes, antes do treino desta tarde no Campo do Lajedo, em Ponta Delgada.

O capitão da selecção portuguesa de sub-21 assumiu o favoritismo da equipa das quinas e garante que a equipa está "motivada" para defrontar o último classificado do grupo 4 de qualificação para o Campeonato Europeu, que se vai realizar na Polónia em 2017.

"Um jogador quando vem à Seleção Nacional já tem de estar motivado só por representar o país, por isso acho que não é preciso motivação extra. A nossa equipa está concentrada, com vontade de fazer um bom resultado e estamos concentrados ao máximo para ganhar este jogo", afiançou o jogador.

O médio que alinha na Udinese, da liga italiana, admite que sempre que joga em Portugal "é muito emocionante" e por isso espera muita gente nas bancadas do Estádio de São Miguel, onde decorre esta quinta-feira o jogo com o Liechtenstein, agendado para as 16H15 dos Açores (17H15 em Lisboa).

"É importante o público, tem vindo a ser importante ao longo desta classificação e onde fomos jogar tem havido sempre muita gente. É diferente com o apoio do público, porque estamos a representar o país e é tudo gente nossa, por isso sentimo-nos em casa", disse.

O capitão da selecção portuguesa de sub-21 garante que "todos os jogadores têm o sonho de chegar à final" e que "todos têm dado o seu contributo" para representar bem a equipa das quinas.

Portugal lidera o grupo com o pleno de 15 pontos em cinco jogos, seguido da Albânia, com oito pontos (seis jogos), e Israel (quatro jogos) e Hungria (cinco jogos), ambos com sete. A Grécia segue em quinto, com seis pontos (quatro jogos) e o Liechtenstein é sexto e último, sem qualquer ponto.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sub21

Notícias

Notícias Mais Vistas