Record

Diogo Leite quer aproveitar bem a estreia e lembra exemplo de Rúben Dias

Central, de 19 anos, considera que a idade é apenas um pormenor

• Foto: Luís Manuel Neves
O defesa português Diogo Leite disse esta quarta-feira que quer aproveitar da melhor forma a primeira chamada à seleção nacional sub-21, frisando que só com trabalho poderá seguir o caminho de Rúben Dias.

Com apenas 19 anos, o central sublinhou que a idade é apenas um pormenor e recordou a chamada do também jovem do Benfica à equipa principal das quinas, que figura entre os 23 eleitos de Fernando Santos para a participação no Mundial'2018, na Rússia.

"Não acho que a idade seja muito relevante. Tenho experiência nos outros escalões e já joguei com alguns deles [jogadores]. A aprendizagem é bastante rápida e estar aqui tem a ver com o trabalho. Temos o exemplo do Rúben Dias, que, com a idade que tem, já chegou à equipa principal", começou por enaltecer, em conferência de imprensa.

Contudo, o estreante nas convocatórias do selecionador Rui Jorge não deixou de se mostrar surpreso pela chamada para o embate particular diante da Itália, na sexta-feira.

"Fiquei surpreendido, não estava à espera. O objetivo é sempre trabalhar, ter uma ambição muito grande e é sempre um orgulho representar o meu país. Fiquei muito contente mesmo", contou.

O central da equipa B dos dragões, que somou mais de 4.000 minutos esta temporada, referiu ainda que os portugueses Bruno Alves e Pepe são os jogadores com que mais se identifica, confessando que "tenta ser um bocadinho de cada um e aprender com os dois".

E prosseguiu, definindo-se como um defesa que gosta de se superiorizar nos duelos com os avançados: "Sou um central muito concentrado no jogo, agressivo nos duelos, tento sempre sair a jogar da melhor forma e nos desarmes também acho que sou forte."

Para o desafio com a Itália, Diogo Leite desconhece as individualidades dos transalpinos, mas sublinha que vai ser "um jogo difícil e vai servir de preparação" para o Europeu de 2019, precisamente em solo italiano.

A terminar, mostrou-se confiante na prestação da seleção A na Rússia: "Portugal pode fazer um grande Mundial. Temos grandes expectativas com os jogadores que temos, que são muito bons. Acho que vamos fazer um grande Mundial."

O jogo particular entre a seleção portuguesa sub-21 e a congénere da Itália, anfitriã do próximo Europeu, está marcado para sexta-feira, às 17h30, no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sub21

Notícias

Notícias Mais Vistas

M