Iuri Medeiros: «É sempre bom uma seleção vir aos Açores»

Sente ser "especial" jogar no arquipélago onde nasceu

• Foto: Hugo Ferreira

O avançado Iuri Medeiros confessou esta segunda-feira que "é especial jogar nos Açores" com a seleção portuguesa de futebol de sub-21, mas manifestou-se concentrado no jogo de quinta-feira, com o Liechtenstein, de apuramento para o Europeu.

"É sempre bom regressar aos Açores, a seleção já não vinha aqui há algum tempo e é sempre bom uma seleção vir cá. É especial para mim jogar aqui, mas agora estamos focados no encontro e queremos ganhar. Na seleção esperamos que os açorianos nos venham apoiar. Como açoriano, gostava de ter o apoio de todos. [São Miguel] não é bem a mesma ilha, mas também não fica assim tão longe e, para mim, é como se jogasse em casa", disse o jogador natural da Horta, Faial.

Iuri Medeiros falava no Campo do Lajedo, em Ponta Delgada, antes do primeiro treino de preparação para o jogo da próxima quinta-feira com o Liechtenstein, agendado para as 16h15 dos Açores (17h15 em Lisboa), no Estádio de São Miguel, do Grupo 4 de qualificação para o Campeonato Europeu que se vai realizar na Polónia em 2017.

O jogador emprestado pelo Sporting ao Moreirense sabe que a equipa das quinas é favorita, mas não conta com facilidades frente ao Liechtenstein, apesar de Portugal liderar o grupo com vitórias nos cinco jogos realizados e o adversário somar seis derrotas em outros tantos encontros.

"Todos sabem que nós somos favoritos, mas isso não importa. Temos de encarar este jogo como encaramos os outros todos e esperamos ganhar porque queremos vencer os jogos todos do grupo. Só porque tem zero pontos e está em último lugar, não quer dizer que o Liechtenstein seja um adversário fácil. Queremos é fazer o nosso futebol e ganhar", afirmou.

Rony Lopes destacou a reunião do grupo - "já tínhamos saudades de estar todos juntos" - e prometeu a "seriedade" com a qual garante Portugal afronta "todos os desafios". "O objetivo é qualificarmo-nos para o Europeu. Vamos encarar todos os jogos dessa forma. Até conseguir o apuramento e mesmo depois. É sempre para ganhar", vincou o avançado que atua no Lille, de França.

O atleta deu ainda uma palavra de ânimo aos que se juntam aos sub-21, considerando que a integração costuma ser fácil. "Para estarem aqui, é porque os novos jogadores têm qualidade. Por isso, será sem dificuldade", concluiu.

Portugal lidera o grupo com o pleno de 15 pontos em cinco jogos, seguido da Albânia, com oito pontos (seis jogos), e Israel (quatro jogos) e Hungria (cinco jogos), ambos com sete. A Grécia segue em quinto, com seis ponto (quatro) e Liechtenstein é sexto e último, sem qualquer ponto.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sub21

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.