i

Seleção Nacional: as máquinas dos jogadores portugueses

Dos melhores carros do mundo às coleções que atestam as garagens, descubra as “bombas” do plantel da equipa das quinas.

Não é segredo para ninguém que os jogadores de futebol de elite recebem bons salários e que parte dos investimentos que fazem serve uma paixão comum: os carros. As "escolhas" são de fazer inveja, mas há preferências bem capazes de o surpreender! Espreite alguns dos carros dos convocados para o Europeu deste verão:


Cristiano Ronaldo

Bugatti Chiron



É apenas uma das muitas "máquinas" que CR7 tem na garagem. Este exclusivo Bugatti Chiron tem a companhia de um Lamborghini Aventador, de um Ferrari 599 GTO, de um Bentley Continental GT Speed, de um Maserati GranCabrio – só para enumerar alguns... E dizemos exclusivo porque só há 500 exemplares deste carro no mundo! Com um motor quad-turbo W16 de 8.0 litros, o Bugatti Chiron debita 1500 cv de potência e vai dos 0 aos 100 km/h em apenas 2,4 segundos. Não é para todos... custa "só" entre 2,5 e 3 milhões de euros. Qual escolhe?







André Silva

Aston Martin DB11



O avançado português do Eintracht Frankfurt não é um agente secreto, mas passeia um carro digno de tal. Este "brinquedo" é, segundo a Aston Martin, o modelo de produção DB mais poderoso e eficiente da história do construtor britânico e pode custar quase 300 mil euros. A escolha pende entre um imponente motor V12 com mais de 600 cv de potência ou bloco V8 da Mercedes-AMG com pouco menos.




Bernardo Silva

Mercedes-Benz GLC




Não deve ser novidade para quem nos lê que o português do City já "ousou" chegar a uma concentração na Cidade do Futebol ao volante de um Smart ForTwo. Na verdade, não estávamos propriamente a ver o carro do extremo, mas sim o do pai! Bernardo Silva é um pouco menos modesto e conduz por Manchester um Mercedes-Benz GLC 300, que pode custar, sensivelmente, entre 70 e 90 mil euros.




Bruno Fernandes

Mini JCW Hardtop




Quem também tem um Mercedes-Benz GLC 300 4MATIC Coupé é o médio do Manchester United. O português mais caro da atualidade a jogar nas principais ligas europeias – ou seja, entre as Big Five (Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália) – vai mostrando aos poucos a coleção particular. A juntar ao Mercedes-Benz, Bruno Fernandes já foi visto a passear-se com um Mini John Cooper Works, com uma potência máxima de 231 cv, cujo preço começa nos 38 mil euros. Isto sem falar no BMW X5 M50i...




João Félix

BMW X6 M e BMW M8 Competition



E já que estamos numa lógica de sequência, continuamos na BMW, desta vez com os "experimentos" do avançado do Atlético de Madrid – que, já agora, também figura entre os mais valiosos do mundo. Primeiro, foi o BMW X6 com a etiqueta M, um desportivo agressivo a rondar os 200 mil euros. Depois, foi a vez do BMW M8 Competition, com uns "meros" 625 cv de potência e aceleração dos 0 aos 100 km/h em 3,2 segundos.




Nelson Semedo, William Carvalho e Renato Sanches

Mercedes-AMG G63




Uma palavra: inconfundível! É um dos modelos mais radicais do segmento, que impressiona ainda mais com o interior vermelho – um "pormenor" evidenciado pelo lateral-direito do Wolverhampton e bem notável na "máquina" do médio do Bétis. Quem também é entusiasta da classe G da Mercedes é o jogador do Lille. Debaixo do capot deste Mercedes está um enorme motor V8 de 4.0 litros biturbo que entrega 585 cv de potência. Em Portugal, o preço da versão "normal" começa nos 214 mil euros.




João Cancelo

Lamborghini Huracán




Na onda do vermelho, continuamos com o defesa do Manchester City que, entretanto, testou positivo à covid-19 e fica agora fora do Euro 2020. A baixa de última hora na Seleção Nacional está em isolamento, mas depois fica com todo o tempo do mundo para desfrutar do superdesportivo que tem na garagem – ou dois, se contarmos com o "Lambo" Aventador SVJ elétrico com que o jogador internacional português presenteou a filha Alícia. Voltemos ao Huracán, uma das famílias com mais sucesso da Lamborghini, motor V10, mais de 600 cv de potência e cujos preços variam entre os 270 e os 328 mil euros. A não ser que estejamos a falar do Lamborghini Papal, leiloado por 715 mil euros, o dobro do preço!




Anthony Lopes

Porsche Cayenne Coupé




O guarda-redes do Lyon tem uma versão integralmente banhada a preto que não passa despercebida e transformada com um kit que inclui aumentos na potência do motor... Como se o "generoso" Cayenne já não fosse rápido o suficiente! Na versão "normal", os modelos Porsche Cayenne podem chegar aos 680 cv de potência, com valores que começam nos "singelos" 115 mil euros (E-Hybrid) e que vão até aos 208 mil da versão Turbo.




Imagine só: o que faria se tivesse um destes carros estacionado na garagem e pronto para um passeio?

Se gosta destes superdesportivos, veja também outras "máquinas" à venda no Standvirtual:






Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.