Marco Melchiori: «Há fortes bases para termos mais edições»

Country manager do grupo Calzedonia faz um balanço “bastante positivo” do Record Padel Challenge Sponsored By Intimissimi Uomo e da parceria com o nosso jornal, equacionando mesmo alargar o evento a outras zonas do país

• Foto: Paulo Calado

RECORD - Que balanço faz do torneio Record Padel Challenge Sponsored By Intimissimi Uomo, que ontem terminou?

MARCO MELCHIORI – Do lado da Intimissimi Uomo o balanço foi bastante positivo e o propósito foi conseguido: associar um desporto técnico e divertido, mas também muito social, à nossa marca, que acompanha os jogadores no seu quotidiano com técnica, qualidade e conforto.

R - O propósito da associação da marca da qual é country manager a esta iniciativa foi então conseguido?

MM– A longo prazo poderemos fazer outro tipo de avaliação sobre o que a marca conseguiu, mas o principal objetivo esse, sim, foi atingido. Para a Intimissimi Uomo, o padel é um desporto extremamente interessante, é um jogo limpo, de comunidade, de amigos, é perfeitamente associado à nossa marca. Por outro lado, o nome da nossa marca passou a andar na boca das pessoas. Houve muita participação.

R - Este evento é para ter futuras edições?

MM– Devido ao sucesso obtido a nível de inscrições, que esgotaram em pouquíssimos dias e ao bom ambiente que se sentiu durante as etapas do torneio, este projeto da Intimissimi Uomo junto do mundo do padel tem fortes bases para ter mais edições e ser alargado também a outras zonas do país, bem como a implementação da própria marca.

R - A que zonas do país pode ser alargado até para a expansão da marca como refere?

MM– Para nós, o Algarve é certamente uma zona interessante, o centro do país também. Coimbra, por exemplo, que tem muitos jovens, tal como a zona norte, além do Porto onde estamos presentes. Sobre organizar um torneio profissional, é um pouco prematuro pensarmos nisso, mas uma coisa é certa: o ambiente do padel adequa-se à nossa marca.

R – O Record Padel Challenge Sponsored By Intimissimi Uomo, como o próprio nome indica, resulta de uma parceria com o nosso jornal. Que balanço que faz deste ‘casamento’ e se é para continuar?

MM– Trabalhar com o Record foi uma ótima experiência humana e profissional. As conclusões a tirar da parceria é que o jornal mostrou todo o profissionalismo na preparação do evento.

R - Qual o feedback que a marca tem recebido desta iniciativa?

MM– Resumidamente, o feedback que recebemos é que esta associação entre a Intimissimi Uomo e o mundo do padel foi um sucesso.

R - Este tipo de evento pode ser alargado a outras modalidades no futuro?

MM– Potencialmente diria que sim, mas é importante, para já, dar consistência a este evento com o padel. É que em equipa que ganha não se mexe. O padel é jovem, está na moda, mas é uma moda real, é procurado. Por outro lado, uma pessoa que não jogue bem pode evoluir muito. É como a Intimissimi Uomo, os homens podem sentir-se à vontade com a marca, que já está enraizada no nosso país. 

Por Ana Paula Marques
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Padel Challenge

Notícias