Alerta máximo em Cardiff

Final da Champions com segurança apertadíssima: ruas da cidade com câmeras de reconhecimento facial

• Foto: Getty Images

Cardiff, a capital do País de Gales, será uma cidade totalmente blindada no sábado para acolher a final da Liga dos Campeões, sobretudo depois dos alarmes que o recente atentado em Manchester fez disparar. O alerta é máximo já que são esperados cerca de 170 mil adeptos provenientes de Itália, Espanha e de outras zonas do Reino Unido numa cidade que tem 250 mil habitantes.

As forças de segurança e a UEFA puseram em marcha uma série de medidas para detetar qualquer intenção de ataque terrorista e a que merece destaque por se tratar de uma novidade é a instalação de câmeras de reconhecimento facial por toda a cidade, nomeadamente nas estações de comboio, aeroporto internacional e zona circundante do recinto. As câmeras captam as imagens dos fãs e enviam-nas em tempo real para a rede da polícia, a qual as confronta com o mapa facial da sua lista de suspeitos.

Haverá ainda 52 barreiras anti-terroristas, de ferro, para travar eventuais ataques de camiões – com carga até 7 toneladas – como o que ocorreu em Nice a 14 de julho de 2016, após o Europeu’2016. A polícia também criará um cordão de segurança à volta do estádio e a dois quilómetros do mesmo, só podendo atravessá-lo quem tiver bilhete e a UEFA já determinou que a final é jogada com o tecto do Estádio Millenium fechado. "Será o maior dispositivo da história da cidade, maior do que a reunião da NATO em 2016", explicou Gareth Rhys Owen, jornalista da BBC Wales. Uma final blindada.

Por Hugo Neves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga dos Campeões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.