Alvo a abater

Depois do inédito bis, o Real Madrid é o principal candidato a novo triunfo na Champions. E Ronaldo a rei dos golos

• Foto: EPA

O Real Madrid fez no ano passado aquilo que nunca ninguém tinha feito desde que foi criado o formato Liga dos Campeões: vencer em dois anos consecutivos. Agora a equipa de Zinedine Zidane é apontada como favorita indiscutível para chegar ao tri, um feito que nenhum clube consegue na principal competição de clubes da Europa há mais de 40 anos, quando o Bayern dominou a prova entre 1974 e 1976.

As casas de apostas, sempre muito em cima de grandes competições desportivas, dão uma vantagem clara aos merengues, pagando, em média, 5 vezes o valor investido. O novo-rico Paris Saint-Germain ocupa o segundo lugar, pouco à frente de Bayern e Barcelona, dois dos suspeitos do costume. Mas o avanço do Real Madrid, recordista de ‘orelhudas’ no seu museu (12), pelo menos aos olhos dos ‘bookmakers’, é bastante significativo.

Os três representantes portugueses na prova estão, como é natural, bem longe dos primeiros lugares desta tabela. FC Porto e Benfica surgem seguidos, pouco depois do meio do pelotão, enquanto o Sporting está mais abaixo e com ‘odds’ que indicam que se trata de um evento altamente improvável. Para se ter uma ideia, as ‘odds’ médias para a possibilidade de Rio Ave, Sp. Braga ou V. Guimarães vencerem a Liga portuguesa são mais baixas.

Ronaldo, claro

O mesmo se aplica quando se analisam os maiores candidatos a conquistar o título de melhor marcador da Liga dos Campeões. E, aí, claro, a resposta só pode ser uma: Cristiano Ronaldo. O craque português, que foi o melhor marcador da prova nas últimas cinco edições (empatado com Neymar e Messi em 2014/15), é o que oferece ‘odds’ mais baixas, pois é visto como o grande favorito. Neste caso, Lionel Messi fica pouco atrás.

Além da glória, estarão em disputa mais de 1.300 milhões de euros que serão distribuídos pelos clubes. De Lisboa a Baku, capital do Azerbaijão, de Moscovo a Sevilha – 32 equipas irão à procura do pote de ouro. Daqui a 125 jogos, haverá um vencedor.

Factos e números

Estreias. Qarabag e Leipzig são os dois estreantes na edição deste ano, elevando para 134 o número de equipas que já jogaram a fase de grupos (de 32 países).

Final. A partida decisiva da edição será disputada em Kiev, capital da Ucrânia. Só por uma vez se jogou mais a leste (Moscovo).

Bancos. Há seis treinadores portugueses nas 32 equipas presentes. Só a Itália consegue um feito igual.

Peso. O troféu da Champions pesa 7,5 kg e mede 73,5 cm. O modelo existe desde 1967.

Por Sérgio Krithinas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga dos Campeões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.