Buffon atira-se ao árbitro: «Devia estar a comer batatas na bancada com a família»

Guarda-redes despediu-se da Champions com expulsão por protestos e não escondeu a indignação

A carregar o vídeo ...
As declarações arrasadoras de Buffon: «Árbitro tinha caixote do lixo no lugar do coração»

Gianluigi Buffon arrasou o árbitro do Real Madrid-Juventus (1-3), Michael Oliver, a quem deixou duríssimas críticas pelo penálti assinalado nos descontos que permitiu a Cristiano Ronaldo selar o apuramento merengue para as meias-finais da Liga dos Campeões.

"Foi uma decisão duvidosa, com certeza. Na primeira mão não assinalaram um penálti a nosso favor aos 90'+5. Um bom árbitro não tira o sonho nos descontos a uma equipa que deu tudo durante os 90 minutos. Quis ser protagonista. Um ser humano não pode assinalar um lance daqueles depois de um jogo assim... a não ser que tenha um balde do lixo no lugar do coração. Se não tens personalidade, fica na bancada a comer batatas com a tua família e não faças uma coisa destas. Este árbitro não teve a coragem nem a personalidade indicada para este nível", disparou o guarda-redes italiano, expulso por protestos após a decisão do juiz em marcar o castigo máximo.

"Estas coisas fazem os animais, não um homem. Este árbitro tinha a sensibilidade de um caixote do lixo. Devia ter percebido o desastre que estava a fazer. O Real mereceu passar, esteve melhor que nós e provavelmente vai ganhar a Liga dos Campeões, mas esta noite merecíamos ter ido a prolongamento", acrescentou.

Já uma das imagens desta Champions: Buffon ficou 'louco' com a decisão do árbitro e despediu-se assim

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga dos Campeões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.