Coronavírus: Especialista culpa Atalanta-Valencia por situação crítica em Bérgamo

Duelo da Liga dos Campeões realizou-se em Milão a 19 de fevereiro

• Foto: Lusa/EPA

Francesco Le Foche, professor de Reumatologia e Ciência Biomédicas na Universidade La Sapienza de Roma acredita que a situação que se vive em Bérgamo, devido ao coronavírus, se deve ao jogo entre Atalanta e Valencia (que terminou com vitória dos italianos por 4-1), a 19 de fevereiro.

O jogo foi realizado no estádio San Siro - recinto onde a Atalanta disputou todos os jogos da Champions até ao momento - e milhares de adeptos da Atalanta rumaram a Milão para apoiar a equipa, mas muitos outros juntaram-se nas ruas de Bérgamo para acompanhar o encontro. 

"Passou um mês desde esse jogo. Milhares de pessoas juntaram-se e estiveram a centímetros umas das outras. Houve manifestações de euforia, com gritos e abraços que podem ter favorecido a propagação do vírus", explicou o especialista em Alergologia e Imunologia ao 'Corriere dello Sport'.

"Estamos a falar de um jogo histórico. Mesmo quem já sentia sintomas juntou-se à festa", acrescentou. O professor defende ainda que mesmo que as competições regressem este ano, os jogos de futebol devem ser disputados à porta fechada durante vários meses.

Bérgamo é uma das regiões de Itália mais afetada pelo novo coronavírus. O número total de mortes pela covid-19 no país agora é de 3.405, mais do que na China, onde o vírus se originou no ano passado.

Por Andreia Candeias
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga dos Campeões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.