Liga dos Campeões mais restrita para equipas portuguesas

Campeão tem entrada direta, mas 2.º classificado disputa terceira pré-eliminatória

• Foto: Reuters

O vice-campeão português de 2017/18 cairá diretamente para a fase de grupos da Liga Europa caso seja afastado numa das duas pré-eliminatórias que terá de ultrapassar para chegar à Liga dos Campeões de 2018/19.

Face às alterações anunciadas esta terça-feira pela UEFA, o segundo colocado do presente campeonato luso tem assegurada a presença na fase de grupos de uma das competições, sendo que para chegar à da Champions terá de ultrapassar a terceira pré-eliminatória e o playoff.

Portugal, que nas últimas temporadas colocou duas equipas na fase de grupos e uma na terceira pré-eliminatória, só coloca agora o campeão diretamente, uma vez que tombou do quinto para o sétimo lugar do ranking, ultrapassado por Rússia e França.

Na fase de grupos, o campeão luso é um dos 26 clubes com entrada direta, juntamente com os vencedores da Liga dos Campeões (se conseguir entrar pelo seu campeonato, é substituído pelo campeão checo) e Liga Europa, os quatro primeiros dos campeonatos de Espanha, Alemanha, Inglaterra e Itália, os dois primeiros de França e Rússia e os campeões de Ucrânia, Bélgica e Turquia.

Os seis restantes clubes sairão do playoff, dois provenientes do caminho das ligas (terceiros colocados de França e Rússia e segundos dos países com ranking entre o sétimo e 15.º lugares) e quatro do caminho dos campeões (vencedores dos campeonatos dos países abaixo do 10.º lugar do ranking).

Quanto à fase de grupos, a UEFA não introduziu qualquer alteração no formato, mas, a exemplo do que já acontecia na Liga Europa, introduziu dois horários para os jogos da Champions, que deixam de ser todos as 19:45 (de Lisboa) e dividem-se pelas 17:55 e as 20:00.

No que respeita à Liga Europa, prova em que o terceiro colocado do campeonato luso entra na terceira pré-eliminatória e o quarto na segunda, 17 equipas têm entrada direta na fase de grupos, incluindo o vencedor da Taça de Portugal, sendo que os jogos serão disputados nos mesmos horários da Champions.

Entram diretamente dois clubes dos primeiros cinco do 'ranking' (Espanha, Alemanha, Inglaterra, Itália e França) e um dos países entre o sexto e o 12.º, no qual se inclui Portugal.

A estas formações juntam-se ainda as equipas eliminadas na terceira pré-eliminatória e no playoff da Liga dos Campeões, num total de 10 formações.

Quanto às pré-eliminatórias, a novidade é a divisão entre o caminho dos campeões (oito lugares), que tem três eliminatórias, e o caminho das ligas (13), que tem cinco.

A Liga dos Campeões 2018/19 arranca a 26 de junho, com as pré-eliminatórias e encerra a 1 de junho de 2018, um sábado, com a final do Wanda Metropolitano, em Madrid.

O segundo colocado do campeonato luso de 2017/18 entrará em ação em ação na primeira quinzena de agosto, para participar na terceira pré-eliminatória, a 7 ou 8 (primeira mão) e 14 (segunda), com o playoff a 21 ou 22 e 28 ou 29.

Quanto à fase de grupos, na qual entrará diretamente o novo campeão luso, joga-se de 18 de setembro a 12 de dezembro.

No que respeita à Liga Europa, a prova arranca a 28 de junho, tem a segunda pré-eliminatória a 26 de julho e 2 de agosto, a terceira a 9 e 16 de agosto e o playoff a 23 e 30. A fase de grupos joga-se de 20 de setembro a 13 de dezembro e a final a 29 de maio, em Baku, no Azerbaijão.


Notícia atualizada às 19h48.

Por Lusa
20
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga dos Campeões

Notícias

Notícias Mais Vistas