Manter três equipas na Champions já parece missão impossível

Portugal fica ainda mais longe da Rússia na luta pelo 6.º lugar no ranking da UEFA

• Foto: Ricardo Jr

Horas depois dos russos do Krasnodar somarem mais um empate e carimbarem o passaporte para os oitavos de final da Liga Europa, a derrota do FC Porto diante da Juventus acabou por ser um duro golpe nas aspirações de Portugal ainda recuperar esta época o 6.º lugar do ranking da UEFA - só assim manterá o acesso de três clubes à Liga dos Campeões em 2018/19.

Aliás, com os dragões na iminência de serem eliminados e com o Benfica - a única outra equipa portuguesa ainda presente nas provas europeias - a enfrentar uma visita complicada a Dortmund (embora com fundadas hipóteses de se apurar), a tarefa parece agora uma missão quase impossível. 

A Rússia tem agora uma vantagem de 0,4 pontos, mas ainda tem mais duas equipas em ação esta quinta-feira: o Zenit, que recebe o Anderlecht e precisa de ganhar (perdeu por 2-0 na Bélgica) para se apurar; e o Rostov, que visita o Sparta Praga com a passagem aos 'oitavos' da Liga Europa praticamente garantida depois de ter goleado os checos por 4-0 na 1.ª mão.

Na próxima época, fruto de ter terminado 2015/16 no 5.º lugar do ranking, Portugal manterá as duas equipas com acesso direto à Champions e outra na 3.ª pré-eliminatória. Mas, caso se confirme a queda para o 7.º posto, em 2018/19 apenas colocará uma equipa diretamente na fase de grupos e outra na 3.ª pré-eliminatória.

Recorde-se que cada vitória vale, para efeitos de ranking, dois pontos, enquanto o empate dá um. Depois, há ainda bónus: a presença nos quartos-de-final, meias-finais ou final de qualquer uma das provas dará mais um ponto a cada clube. Somam-se esses valores e depois divide-se pelo número de clubes que que cada país tinha nas provas da UEFA no arranque da temporada.

Algo que, neste caso específico, é mais um problema para Portugal, que iniciou a época com 6 equipas contra 5 russas. O que significa que cada vitória de uma equipa portuguesa dá 0,333 pontos para o coeficiente do país, enquanto cada vitória de um emblema russo rende 0,400 pontos. E como os russos podem até manter as três equipas em ação na Liga Europa, tudo se complica. Mesmo que o Benfica elimine o Borussia Dortmund...

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga dos Campeões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.