Villas-Boas: «Resultado um pouco traiçoeiro»

Lamenta falta de acerto por parte do Zenit

• Foto: Reuters

André Villas-Boas apareceu frustrado na flash-interview da RTP até porque considera que o Zenit teve oportunidades suficientes para garantir a qualificação. Ainda assim, o técnico português não retira mérito ao Benfica.

"O golo que ditou a nossa eliminação foi um momento de inspiração do Jiménez, num remate do Gaitán pleno de oportunidade. Na segunda parte, o Renato também me parece ter uma boa oportunidade. Nós tivemos algumas oportunidades importantes que tornam o resultado um pouco injusto. Chegámos ao golo como queríamos, se calhar um pouco tarde na segunda parte. Tivemos algumas oportunidades para o 2-0 que poderíamos ter finalizado pelo Dzyuba. Sofremos num momento de inspiração do Jiménez. É um resultado um pouco traiçoeiro. O Benfica esteve competitivo e esteve bem, criou as suas oportunidades. Jogou forte e aberto e tem mérito na passagem", apontou à RTP no final do jogo que terminou com uma vitória dos encarnados, 1-2, no Estádio Petrovsky. Depois, o timoneiro do Zenit garantiu que a sua equipa não fez nenhum contemporização após Hulk fazer o 1-0.

"Gestão do tempo não estávamos a fazer. Faltou um pouco controlo emocional para manter a bola no chão e voltar a trocá-la como estávamos a fazer. Tivemos uma oportunidade para o 2-0. O Benfica tem um bocadinho mais de posse depois de marcarmos. O 2-0 poderia transformar o jogo. Da nossa parte não havia gestão. O Benfica teve uma grande oportunidade na segunda parte e acabou por levar a vitória no fim."

Por Flávio Miguel Silva
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga dos Campeões

Notícias

Notícias Mais Vistas