Record

Camacho: «Em Madrid é para ganhar»

TÉCNICO DAS ÁGUIAS AINDA SONHA COM A QUALIFICAÇÃO

Num dia particularmente difícil para si (de manhã esteve em Albacete no funeral do pai), Camacho fez questão de deixar uma palavra de esperança aos adeptos encarnados. A derrota em casa com o Getafe, na opinião do responsável, não acaba com a eliminatória.

"O jogo começou mal. O Getafe tem uma equipa boa, que sabe mexer a bola. E depois apareceu a expulsão de Cardozo que ainda tornou tudo mais complicado. Mas a segunda parte foi diferente. Os jogadores entregaram-se, lutaram muito e mostraram que temos condições para seguir em frente na Taça UEFA", explicou o técnico benfiquista.

A saída de Cardozo, logo aos 9 minutos, devido a agressão, foi um obstáculo extra com que Camacho não contava. "Se tivessem sido sempre 11 contra 11... podia ser diferente. Em superioridade numérica, eles ficaram mais tranquilos e souberam esperaram pelo momento certo para nos atacar", lamentou aos microfones da SIC, no habitual "flash interview".

Embora não tenha apreciado o gesto do dianteiro paraguaio, Camacho não quis, desde já, dizer se o avançado vai ter alguma sanção. "Estamos em cima do acontecimento. Vamos esperar e conversar depois", esclareceu.

Instado a pronunciar-se sobre as hipóteses do Benfica ainda poder seguir em frente na Taça UEFA, Camacho mostrou-se confiante. "Temos hipóteses. Em Madrid é para ganhar. Vamos entrar com esse objectivo. Penso que é possível virar a eliminatória em Espanha", finalizou.
48
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga Europa

Notícias

Notícias Mais Vistas

M