Galatasaray cai aos pés do modesto Östersunds

Emblema sueco eliminou o poderoso conjunto turco

• Foto: epa

O Östersunds, clube sueco que em 2016 jogou pela primeira vez na primeira divisão sueca, protagonizou esta quinta-feira a surpresa da segunda pré-eliminatória da Liga Europa, ao eliminar os turcos do Galatasaray.

Depois de uma vitória por 2-0, na Suécia, o modesto emblema do norte do país visitou a Turk Telekom Arena sem ser o favorito da eliminatória, mas o empate a uma bola permite-lhes avançar para a terceira ronda preliminar na primeira participação europeia da sua história.

Os suecos marcaram primeiro, através de uma grande penalidade convertida por Brwa Nouri, aos 60 minutos, nove antes de Ahmet Çalik empatar o encontro.

Os turcos, que venceram a Taça UEFA em 2000, foram surpreendidos por uma formação transformada pelo técnico inglês Graham Potter, que assumiu o clube em 2010, então no quarto escalão.

Em 2012, o clube fundado em 1996 chegava à segunda liga pela primeira vez, para alcançar o principal escalão em 2016, terminando em oitavo e vencendo a Taça da Suécia, que valeu o bilhete para a Liga Europa.

Na terceira ronda, o Östersunds, quinto na liga sueca de 2017, vai defrontar os luxemburgueses do Fola Esch, que anularam o 1-0 trazido de Baku, frente ao Inter, com uma vitória por 4-1, para assegurar a continuidade nas competições europeias.

Outro emblema sueco, o AIK, terá como adversário o Sporting de Braga na terceira pré-eliminatória, depois de hoje ter afastado os bósnios dos Zeljeznicar, ao vencer em casa por 2-0, com tentos do capitão Nils-Eric Johansson (48 minutos) e de Henok Goitom (85), após o 'nulo' registado na Bósnia-Herzegovina.

Por seu lado, o Marítimo terá pela frente os búlgaros do Botev Plovdiv, que golearam os israelitas do Beitar Jerusalém por 4-0, com golos de Plamen Dimov (10'), Fernando Viana (32'), Lachezar Baltanov (47') e Felipe Brisola (90'), após o empate 1-1 fora.

O Apollon Limassol, de Chipre, eliminou os moldavos do Zaria, vencendo na Moldávia por 2-1, depois do 3-0 caseiro, tendo contado com os portugueses Bruno Vale e João Pedro durante todo o jogo.

Depois do nulo no Luxemburgo, outra equipa cipriota, o AEL Limassol, segue em frente, ao vencer em casa por 2-1 o Progrès Niederkorn, que na primeira ronda tinha 'surpreendido' o Glasgow Rangers, de Pedro Caixinha.

Com Mesca em campo, o ex-Portimonense e FC Porto B Fidelis fez o primeiro golo (70 minutos), antes de Françoise empatar, aos 82 minutos, o que deixaria apurados os luxemburgueses.

A dois minutos dos 90, Lafrance fez-se 'herói' em Limassol e apurou os cipriotas, evitando nova surpresa do Niederkorn.

Por seu lado, os holandeses do Utrecht eliminaram o Valetta, de Malta, com um 3-1 caseiro na segunda mão a eliminar as dúvidas que o nulo da primeira mão tinha deixado, enquanto os croatas do Hajduk Split eliminaram os búlgaros do Levski, ao vencerem por 2-1 em Sófia, depois de os búlgaros terem ficado em vantagem com o 1-1 da primeira mão.

Os jogos da terceira ronda de acesso à Liga Europa, no qual participam Sp. Braga (frente ao AIK) e Marítimo (frente ao Botev Plovdiv) estão marcados para 27 de julho e 3 de agosto.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga Europa

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0