Record

Giovanni Trapattoni: «Podemos dar a volta num relvado melhor»

APONTA O "CULPADO" DA DERROTA

Giovanni Trapattoni: «Podemos dar a volta num relvado melhor»
Giovanni Trapattoni: «Podemos dar a volta num relvado melhor» • Foto: Paulo César
Giovanni Trapattoni mantém a esperança de seguir em frente na Taça UEFA. Para tal, os encarnados terão de recuperar dos dois golos de desvantagem, algo que o técnico considera possível, até pela qualidade superior do tapete verde da Luz. “Podemos dar a volta em Lisboa num campo melhor. O relvado foi mais penalizador para o Benfica do que para o CSKA”, referiu, visivelmente inconformado.

O técnico fez questão de justificar esta crítica ao palco do encontro. “Não é desculpa, mas, como temos jogadores muito tecnicistas como Simão, Nuno Assis, Geovanni e Nuno Gomes, tivemos alguns problemas em controlar a bola e o jogo”, sustentou, frisando: “Em Lisboa tudo vai ser diferente, porque os jogadores vão jogar melhor.”

Resultado injusto

Apesar das queixas sobre o estado do relvado, Trapattoni entende que o resultado final “não se ajusta ao que se passou”, justificando:

“Antes de sofrermos o primeiro golo tivemos duas grandes oportunidades, mas em futebol ganha quem marca golos. Não me lembro de o Quim ter tido um lance de grande dificuldade”, afirmou, mostrando-se despreocupado com o facto de a equipa ter completado o segundo jogo consecutivo a zero. “É verdade, mas com um pouco mais de calma podíamos ter feito golos. O mais importante é criar oportunidades. Criámos, mas não tivemos sorte”, disse, resignado.

Pese a derrota, Trapattoni está optimista para o desafio da segunda mão. “O CSKA também pode ser mais forte em Lisboa, mas temos confiança em poder inverter a tendência da eliminatória”, sublinhou, minimizando o perigo do contra-ataque dos russos.

«Não nos falta estofo europeu»

O técnico dos encarnados foi peremptório quando questionado se o Benfica tem ou não capacidade para enfrentar os desafios europeus. “Não nos falta estofo europeu! Jogámos com personalidade. Hoje [ontem] jogou o Benfica e três quartos do encontro foram nossos”, referiu Trapattoni.

O italiano quis a este propósito deixar bem vincado que não vê comparações com o sucedido em deslocações anteriores nesta edição da Taça UEFA. “Estamos com confiança. É verdade que sofremos dois golos, mas esta equipa é seguramente diferente da que esteve em Bruxelas e em Estugarda”, frisou de forma contundente.
99
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga Europa

Notícias

Notícias Mais Vistas

M