Guedes surge para terminar má fase

Arsenal recebe Valencia com ambas as equipas em baixo no reencontro de Emery com os che

• Foto: Getty Images

Arrancam hoje as meias-finais da Liga Europa e a verdade é que Arsenal e Valencia deviam ansiar para que a data chegasse. Se os londrinos perderam os últimos três jogos na Premier desde que eliminaram de forma contundente o Nápoles na Liga Europa, já a formação espanhola somou duas derrotas em três partidas do campeonato, após afastar o Villarreal nos ‘quartos’. Só que a equipa che conta com um Gonçalo Guedes em grande forma, tendo sido decisivo nas eliminatórias com o Krasnodar – assinou o golo do apuramento – e Villarreal (marcou e fez uma assistência.

"Se estivermos ao máximo nível, é muito difícil sermos derrotados. Não temos medo de qualquer rival", garantiu o treinador Marcelino, falando ainda do trunfo Emery: "Ele conhece bem o Valencia, mas isso de pouco vale."

O Arsenal é comandado por Unai Emery, que vai reencontrar o Valencia, de onde saiu em desavença com a direção e que anseia por voltar a reinar nesta competição. É que o técnico, de 47 anos, venceu a prova entre 2014 e 2016 ao serviço do Sevilha e a última vez que enfrentou o Valencia foi curiosamente nas meias-finais da edição 2016/17. Agora, Emery espera que a história se repita para assegurar... a Liga dos Campeões.

"Temos muita ambição para esta prova. É uma meia-final e vai ser difícil. Sabemos que vai ser complicado terminar no top 4 da Premier e, por isso, a Liga Europa é uma motivação para chegar à Champions", garantiu o espanhol, que confirmou o fim de época de Ramsey, tal como o encerramento do capítulo nos gunners, já que rumará à Juventus em 2019/20: "A lesão com o Nápoles ditou o fim de época para ele. O coração dele é vermelho e ajudou-nos sempre bastante."

Por Filipe Balreira
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga Europa

Notícias

Notícias Mais Vistas