Paulo Fonseca: «Um dia vou estar numa final»

Técnico do Shakhtar mostra ambição nas competições europeias

• Foto: Reuters

Paulo Fonseca não esconde a ambição: um dia quer estar presente numa final europeia. O treinador do Shakhtar Donetsk não promete que seja este ano, mas não é por isso que deixa de ser ambicioso.

Queremos ir longe mas sou realista e não faço promessas. A Liga Europa é uma mini-Champions: há equipas fortes e não se pode prometer nada, apenas que vamos tentar vencer cada jogo. Gostaria de chegar à final e acredito que um dia isso vai acontecer. Não sei quando será, mas um dia vou estar numa final", frisou em entrevista ao site da UEFA.

O treinador dos ucranianos falou também do Sp. Braga, a sua anterior equipa e adversário de quinta-feira na segunda jornada da Liga Europa. O técnico admitiu que estava a torcer para que o sorteio não colocasse os minhotos no seu caminho, mas agora só pensa em somar três pontos: "Não queria encontrar o Sp. Braga [no sorteio] por uma simples razão: é um clube onde tenho muitos amigos, de uma cidade que me tratou bem, e por quem venci um grande troféu. Mas agora são adversários e tenho de vê-los dessa forma. Quero tanto vencer o Sp. Braga como vencer qualquer outro clube. Espero estar feliz no final da partida, com uma vitória do Shakhtar".

Convidado a falar sobre as diferenças entre os dois clubes, Fonseca colocou a distinção sobretudo no poderio financeiro: "São clubes com metas e orçamentos muito diferentes. O Sp. Braga é o quarto clube em Portugal e há um fosse no que diz respeito ao investimento quando comparado com o dos três grandes, o que significa que o Sp. Braga não pode competir com eles. Já o Shakhtar é um clube que joga para vencer troféus. Essa é a diferença principal".

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga Europa

Notícias

Notícias Mais Vistas