Portugueses lá fora com sortes diferentes no playoff

André Simões bisou em Atenas; Legia Varsóvia de Hildeberto Pereira afastado

• Foto: EPA

O playoff de acesso à Liga Europa esteve esta quinta-feira recheado de portugueses, com diferentes sortes no que toca a conseguir ou não o apuramento para a fase de grupos.

Começando pelo Zenit de Luís Neto, o central assistiu do banco à vitória (2-0) diante do Utrecht, num jogo que teve de ir a prolongamento.

No Sheriff-Legia Varsóvia, Hildeberto Pereira entrou em campo aos 65 minutos mas não conseguiu evitar a eliminação dos visitantes face ao empate a zero, depois da igualdade a um golo na primeira mão.

Também o AEK Larnaca do lateral Nélson foi afastado, ao empatar a zero diante do Viktoria Plzen, depois de ter perdido por 3-1 na primeira volta. O português não saiu do banco.

Já o Apollon foi ao reduto do Midtjylland a um golo, conseguindo apurar-se para a fase de grupos, com Bruno Vale e João Pedro no onze inicial.

O Marselha de Rolando, que jogou os 90 minutos, despachou sem dificuldades o Domzale por 3-0, celebrando a passagem à fase seguinte.

Em Atenas, o AEK conseguiu precisamente o mesmo resultado e também seguiu em frente, deixando o Club Brugge pelo caminho. Brilhou André Simões com um bis, mas jogaram ainda Hélder Lopes (titular) e Hugo Almeida (entrou na segunda parte).

Por fim, André Silva alinhou de início na vitória do Milan sobre o Shkendija por 1-0, após o empate sem golos na primeira mão. Os italianos seguem para a fase de grupos.

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga Europa

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.