Record

UEFA pune Marselha com um jogo à porta fechada e ameaça exclusão

Em causa estão os distúrbios causados pelos seus adeptos na época transata

Claque do Marselha no estádio Axa, em Braga
• Foto: Simão Freitas
A UEFA sancionou esta quarta-feira o Marselha com um jogo à porta fechada na Liga Europa, depois dos seus adeptos terem causado uma série de distúrbios em vários jogos da competição na época passada.

Os gauleses, nos quais joga o português Rolando, vão ter ainda de pagar 100 mil euros e foram avisados de que se os problemas persistirem nas duas próximas épocas o clube pode ser excluído das competições da UEFA.

Os radicais do Marselha cometeram desacatos na final da Liga Europa em Lyon -- vão ter também de pagar os estragos causados no recinto - na final da Liga Europa perdida para o Atlético Madrid (3-0), bem como nos encontros com os alemães do Leipzig e os austríacos do Salzburgo, cidade onde também causaram distúrbios.

A comissão disciplinar da UEFA refere diversos "atos de vandalismo", como o uso de bastões e lançamento de objetos para o campo, que atrasaram o início de mais do que um jogo.

Depois do castigo, o primeiro encontro que o conjunto do sul de França disputar em casa com adeptos terá os topos despidos, pois é nesta zona onde se concentram os mais radicais.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga Europa

Notícias

Notícias Mais Vistas

M