Everton assiste Éder Militão no empate do Brasil diante do Equador

Atacante do Benfica em bom plano na última jornada da fase de grupos da Copa América

• Foto: Lusa/EPA

Um Brasil já qualificado empatou (1-1) diante do Equador, em Goiânia, e fechou a participação no Grupo B no 1.º lugar, posição que garantira na jornada anterior. A canarinha seguiu serenamente para os ‘quartos’, levando com ela o Peru, a Colômbia e o Equador. Quem ficou apeado? A Venezuela de José Peseiro! Neymar ficou a descansar e Everton, atacante do Benfica, foi titular, atuando descaído sobre o lado esquerdo. O mínimo que se pode dizer é que teve influência no resultado...

A 1.ª parte foi morna. Sempre mais mandão, o Brasil não necessitou de forçar para se colocar em vantagem. O golo nasceu de um livre cobrado por Everton no lado direito. O atacante do Benfica colocou a bola com o pé direito na área, surgindo Éder Militão (37’) no 3.º andar a faturar de cabeça ao ângulo. O benfiquista, esse, esteve sempre muito em jogo, ensaiando várias diagonais para o meio.

O Equador espevitou após o intervalo e igualou por Mena (53’), que ganhou as costas a Danilo e desfeiteou Alisson. O Brasil baixou ainda mais a intensidade no 2.º tempo, o que também contribuiu para a reação do Equador, claro! Agora no lado direito, Everton continuou a exibição desempoeirada, inventando o lance em que Vinícius Jr. (66’) esbanjou uma chance. Gonzalo Plata (72’), médio do Sporting, entrara há pouco tempo quando Everton (78’) foi substituído.

Carrilo trama português

A Venezuela precisava de fazer um resultado melhor do que o do Equador para se qualificar, mas acabou até por fazer pior. O conjunto de José Peseiro perdeu (0-1) com o Peru, em Brasília, tendo o golo sido apontado por Andre Carrillo. Solto na pequena área... não perdoou!

Por Nuno Pombo
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Copa América

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.