Miranda: «Não se pode dizer que tudo foi uma m....»

Capitão do Brasil não alinha com Dunga nas críticas ao árbitro

Miranda no decorrer do jogo com o Peru, com o avançado Paolo Gerrero
• Foto: Getty Images

A opinião de Miranda sobre a eliminação do Brasil da Copa América, diante do Peru, graças a um golo irregular de Raúl Ruidíaz, não coincide tocom a do selecionador Dunga, que culpa a equipa de arbitragem chefiada pelo uruguaio Andrés Cunha. O central, e capitão de equipa, apontou problemas na finalização, e, com palavras fortes, sublinhou que nem tudo foi mau.

"A nossa prestação na Copa América deixou muito a desejar, pois todos esperam títulos do Brasil. Infelizmente não foi uma noite boa. Tivemos oportunidades, mas não soubemos aproveitá-las. No futebol é assim: um dia dá, noutro tira", começou por dizer Miranda, aludindo ao golo mal invalidado ao Equador, na primeira jornada: 

"Num dia, a bola não saiu e houve um golo que foi anulado, noutro dia aconteceu um golo destes, com a mão. Não dá para culpar o árbitro por isso, infelizmente no futebol ainda não se pode usar a tecnologia."

"É altura de todos fazermos a nossa autocrítica e procurarmos melhorar no futuro. Não foi o que esperávamos, é verdade, mas houve uma evolução - não se pode dizer que tudo foi uma m.... -, mas o resultado é péssimo. Viemos com o objetivo de conquistar o título e mais uma vez saímos dececionados, como todos os brasileiros."

2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Copa América

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.