William Tesillo ameaçado de morte por falhar penálti frente ao Chile

Cafeteros eliminados da Copa América e a vida do defesa transformou-se num ‘inferno’

• Foto: Reuters

Os atos de coragem são louváveis, mas só… quando resultam. A Colômbia de Carlos Queiroz mediu forças com o Chile por um lugar nas meias-finais da Copa América. O encontro teve que ser decidido nos penáltis e, após o Chile converter os cinco castigos máximos, William Tesillo assumiu a responsabilidade de bater o quinto dos cafeteros... mas falhou. Os colombianos foram eliminados e a vida de Tesillo transformou-se num ‘inferno’, não parando de receber ameaças de morte.

A mulher do defesa, Daniela Mejía, utilizou as redes sociais para partilhar uma das ameaças, onde um homem deseja que aconteça a Tesillo o mesmo que sucedeu com Andrés Escobar, que foi assassinado em 1994, poucos dias depois de marcar um autogolo no Campeonato do Mundo. Com natural receio que o cenário se repita, o próprio Tesillo ‘agarra-se’ à ajuda divina. "Sim, é verdade que temos recebido ameaças. A minha esposa partilhou, e eu também tenho recebido, embora ainda não tenha mostrado nenhuma. Mas estamos com Deus", afirmou o lateral-esquerdo do Independiente Santa Fé, ao ‘El País’.

Quem também vive atormentado é o pai do internacional colombiano. "Temos de perceber que isto é futebol e que se pode perder e ganhar", afirmou em declarações à Radio Caracol, realçando que o filho foi o único que se chegou à frente quando mais ninguém se atreveu a bater o penálti decisivo.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Copa América

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.