Portugal a um pequeno passo para as meias-finais

Empate com a Arménia chega mas cenário ideal é uma vitória para tentar fugir... à França

• Foto: DR Record

Depois do triunfo folgado sobre a Itália e do empate frente a uma das candidatas à conquista da prova, a Espanha, a Seleção Nacional tem pela frente, amanhã, o derradeiro embate do Grupo A, com a Arménia, e pode carimbar a quarta meia-final consecutiva num Europeu sub-19. A anfitriã tem a defesa mais batida do torneio - oito golos sofridos em dois encontros - mas, para Levi Faustino, isso não é sinónimo de facilidade.

"Será um jogo muito complicado. É mais um obstáculo que vamos ter no nosso caminho. Matematicamente, a Arménia já não pode passar, e, por isso, vai querer dar o máximo para vencer o último jogo. O adversário vai exigir o máximo de nós, mas estamos preparados para isso. Sabemos que vai jogar muito fechado, que não vai tentar arriscar muito e que vai tentar forçar o nosso erro", afirmou o defesa do FC Porto, citado pelo site da Federação Portuguesa de Futebol.

Numa fase em que o apuramento está quase na mão, o selecionador, Filipe Ramos, tem sido astuto na gestão da equipa, de modo a que esta corresponda da melhor forma a cada jogo. Na manhã de ontem, a Seleção Nacional organizou um treino de campo apenas para os atletas com menor número de minutos somados na prova, ao passo que os habituais titulares fizeram trabalho de ginásio no hotel.

França em frente

A França confirmou o favoritismo que lhe era atribuído no Grupo B e garantiu a qualificação para as meias-finais, ao bater a congénere da Irlanda por (1-0). Entretanto, na outra partida do grupo, República Checa e Noruega empataram sem golos, mantendo, assim, a indefinição sobre que equipa acompanha os gauleses até às meias-finais do Europeu.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Europeu Sub 19

Notícias

Notícias Mais Vistas