«Só pode ser brincadeira»: a reação de Boris Johnson à proposta russa para receber Europeus

Primeiro Ministro britânico deixou ainda no ar a ideia de entregar a organização à Ucrânia

• Foto: EPA
Boris Johnson considerou esta quinta-feira, à chegada a Bruxelas para a reunião da NATO, como uma "brincadeira" a proposta russa para albergar os Europeus de 2028 e 2032. Na sua intervenção, Johnson assume até que o ideal seria os russos deixarem o território ucraniano e também entregarem a possibilidade de organizar o torneio à própria Ucrânia.

"A ideia da Rússia organizar um torneio de futebol ou um qualquer evento cultural de momento só pode ser brincadeira. Não acredito que alguém consiga sequer considerar a sua proposta e, sim, acredito que a melhor coisa possível seria todas as forças russas retirarem-se a Ucrânia e entregar-lhes o torneio, claro", disse o primeiro ministro britânico, provavelmente esquecendo-se que para 2028 a própria Grã-Bretanha está na corrida.

A situação levou até a alguns comentários na imprensa, o que motivou uma reação oficial do gabinete do primeiro ministro. "Ele estava a dizer apenas que um agressor como a Rússia não pode ser palco de um evento internacional. Muito menos albergar um evento desta dimensão. Esta sugestão é descarada e muito mal julgada por parte da Rússia, tendo em conta as suas terríveis ações na Ucrânia. Mas, claramente, estamos totalmente comprometidos na nossa candidatura com a Irlanda para o Europeu de 2028, que continua a ter o apoio do nosso governo", declarou o porta-voz de Boris Johnson.
Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Europeu

Notícias

Notícias Mais Vistas