Bruno Alves: «Só falta mesmo fazer golos»

Defesa central diz que Seleção fez tudo bem

• Foto: LUSA

Ainda sem qualquer minuto neste Euro'2016, já que está na sombra da dupla composta por Pepe e Ricardo Carvalho, Bruno Alves mostra-se otimista para o que falta jogar em França, deixando claro que a Portugal só falta mesmo o mais importante, ou seja, marcar.

"Fizemos um bom jogo, para ganhar. Creio que as oportunidades que criámos foram suficientes para vencer, mas o futebol é assim mesmo: a bola tem que entrar. Tal como no primeiro jogo, trabalhámos muito, tentámos tudo, tivemos mais posse de bola, mais remates, mais ataques. Vamos continuar a trabalhar no sentido de fazer golos e que a vitória venha o mais cedo possível", começou por prometer o defesa central, ao site oficial da UEFA.

Diante da Áustria, ainda que não tenha vencido, Portugal atuou de uma forma diferente, num esquema que parece ter agradado ao defesa do Fenerbahçe. "Atuámos de forma diferente mas o volume de jogo foi praticamente o mesmo, as oportunidades, os remates à baliza... Penso que a introdução do Quaresma nesta partida também foi positiva - deu mais volume de jogo ofensivo e um pouco mais de jogo exterior também - temos a qualidade, os jogadores certos, só falta mesmo fazer golos", frisou.

Quanto ao que aí vem, nomeadamente o duelo com a Hungria, Bruno Alves sabe que é preciso triunfar, mas aponta várias qualidades aos magiares. "A Hungria, tal como a Áustria e a Islândia, é uma equipa bastante organizada. Esperamos que seja uma formação defensiva, com linhas baixas, e penso que o colectivo é a sua principal força. Cabe-nos desmontar essa estratégia. Acreditamos e temos a confiança de que o podemos fazer. Acredito que vão jogar com linhas baixas, de uma forma defensiva, como têm feito as outras equipas contra nós - e que nos tem causado problemas. Penso que vão adoptar essa mesma atitude e procurar contra-ataques rápidos", explicou.

E, tal como disse Fernando Santos, para Bruno Alves esse jogo será mesmo uma final. "É um jogo importante para nós, até decisivo. Vamos procurar muito a vitória, que nos tem faltado. Vai ser um jogo emotivo, que pode ser aberto, já que temos de vencer. A Hungria vai estar a defender e a procurar o contra-ataque. Vamos desfrutar do encontro, fazer um bom jogo para os adeptos e trazer a vitória para o nosso lado", admitiu.

Elogios a Ronaldo

Diante da Áustria, num jogo no qual até acabou por falhar um penálti, Ronaldo bateu o recorde de internacionalizações por Portugal, um registo que Bruno Alves destaca. "Ele é perito em quebrar recordes e ultrapassar-se a si mesmo. Penso que traz tanto para a seleção e para o nosso país que já há poucas palavras para o definir. É mais um objetivo que ele conseguiu na sua carreira, na sua vida. É extremamente importante ser o jogador mais internacional de sempre"

A finalizar, o defesa de 33 anos aproveitou para agradecer o apoio que a Seleção tem recebido em solo francês. "Temos jogado praticamente em casa. Os adeptos têm vindo aos estádios apoiar-nos, mesmo fora dos estádios, nos hotéis, aqui no local da concentração. É fantástico ver esse apoio e temos trabalhado muito para trazer a vitória, fazer os portugueses felizes, que bem merecem pelo apoio e pela energia e força que nos têm transmitido".

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Euro 2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.