Hooligans russos chegaram treinados a França

Violência é prioridade

A punição da UEFA acaba por provar aquilo que as imagens já documentaram: os adeptos russos são aqueles que mais preparados estão para o confronto físico. Os media ingleses investigaram ao pormenor a explicação para a diferença e esta poderá residir nos psicotrópicos. Segundo o ‘The Sun", os hooligans russos fazem-se munir de metanfetaminas, uma droga que faz aumentar o estado de alerta e apura também os sentidos do corpo.

Além disso, é garantido que são pelo menos 150 os russos em França com ligações à máfia, e que marcaram presença em campos de treino para preparar a viagem até França, com o intuito de espalhar muita desordem. Por isso, não será de estranhar ver ingleses em tronco nú, claramente fora de peso e ao invés disso, aqueles que lhes têm ódio de estimação aparecerem com um traço atlético, munidos de uma indumentária quase sempre em tons de preto. Duas fações claramente opostas. Apesar de apoiarem clubes diferentes e até rivais na terra-natal como o CSKA, Lokomotiv ou Spartak Moscovo, os hooligans russos colocam as divergências de lado para que o grupo seja coeso e o objetivo em mente possa ser atingido. O futebol fica para depois.

E vários são os homens - sim, porque não há mulheres - que adotam nomes de guerra como "Gladiador", "Talhante" ou "Exterminador". O líder do referido grupo de 150 russos, que tem identidade desconhecida, é habitualmente tratado como "O Assassino".

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Euro 2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.