Os 21 que Ronaldo vai apanhar ao disputar duas finais do Europeu

Jogo de domingo sucede a presença de 2004

CR7 já garantiu lugar entre os melhores jogadores da história do futebol. Em 12 anos cresceu tanto que pouco resta do jovem que chorou a derrota com a Grécia. A imagem atual é de sucesso: venceu a 3.ª Champions há 6 semanas

Cristiano Ronaldo e Ricardo Carvalho têm pela frente a segunda final de um Campeonato da Europa. Se a perspetiva do central é menos otimista, depois de perder a titularidade a seguir ao jogo com a Hungria, o capitão vai, por certo, dar mais um passo para se perpetuar na história. CR7 está em condições, deste modo, de apanhar um vasto pelotão de 21 jogadores que estiveram em duas decisões do Euro.

Os mais recentes são espanhóis, vencedores em 2008 e 2012. Foram oito os futebolistas que estiveram em ambos os duelos: Iker Casillas, Sergio Ramos, Xavi, Xabi Alonso, Iniesta, David Silva, Fàbregas e Fernando Torres. Mas a história começou com três russos que coincidiram nas decisões de 1960 (ganha à Jugoslávia) e de 1964 (perdida para a Espanha): Lev Yashin, Valentin Ivanov e Ponedelnik. Os restantes dez são alemães: Maier, Beckenbauer, Schwarzenbeck, Uli Hoeness e Wimmer (entre 1972 e 1976); Dietz (entre 1976 e 1980); Sammer, Helmer, Hassler e Klinsmann (entre 1992 e 1996). Uma lista que, no mínimo, passará a ter 22 elementos.

Por Rui Dias
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Euro 2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.