Pedro: «Não estou arrependido nem ataquei Del Bosque»

Extremo causou um verdadeiro terramoto na concentração espanhola

• Foto: epa

O dia da seleção espanhola no Euro'2016 ficou marcado por umas explosivas declarações de Pedro, que deixaram tudo e todos incrédulos. O jogador do Chelsea foi criticado pela opinião pública e até por alguns jogadores, depois de ter dito que "não valia a pena estar na seleção apenas para fazer número". As palavras não cairam bem, é certo, mas Pedro não se arrependeu de as ter proferido.

"Não [estou arrependido]. Falei com o Del Bosque. Não sei qual será a minha situação daqui para a frente na seleção, ainda que esteja agradecido por estar aqui. Levo seis anos de seleção e este não é um ataque ao treinador. Assumo o assunto e se tiver de pedir desculpa aos adeptos, peço. Falei com os meus colegas e entendem. O importante é a equipa. Agradeço ao Vicente [del Bosque], porque sem ele não teria conseguido o Mundial e o Europeu. Se alguém se sentiu afetado, peço desculpas, mas não me parece que seja para tanto", começou por dizer.

Questionado relativamente ao que o levou a tecer os comentários que fez, Pedro atribuio-os à sua vontade de ajudar. "Todo o Mundo quero jogar, nada mais. Tenho as minhas expectativas, como os demais, mas falamos de outra coisa. Prefiro estar em campo, ainda que seja mais um nos 23. Continuarei a lutar, jogando um minuto ou nenhum", assegurou.

Ainda sem qualquer minuto neste Europeu, Pedro poderá ter a sua primeira chance na terça-feira, diante da Croácia.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Euro 2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.