Presidente da federação lamenta recusa de ex-selecionador Lippi

Não aceitou cargo de diretor técnico federativo

• Foto: Reuters

O presidente da Federação Italiana de Futebol (FIGC), Carlo Tavecchio, lamentou esta sexta-feira a recusa do ex-selecionador Marcello Lippi em assumir o cargo de diretor técnico federativo e coordenador das seleções transalpinas.

"É sabido o quanto que queria esta solução [Lippi] mas tinha de pedir um parecer ao Tribunal Federal, que é o órgão supremo nesta matéria", disse Tavecchio, no centro de treino de Montpellier, onde a seleção italiana está a preparar o jogo dos oitavos de final do Euro'2016, com a Espanha.

Na base da recusa de Lippi, que levou a Itália à conquista do último grande título internacional, no Mundial'2006, estão questões de ordem jurídica, relacionadas com o facto de o seu filho ser representante de futebolistas.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Euro 2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.