Quaresma não é para arriscar

Extremo fez treino condicionado e vai mesmo falhar a estreia no Europeu

• Foto: Bruno Colaço

Record escreveu na edição de ontem que, muito dificilmente, Fernando Santos iria arriscar a utilização de Quaresma na partida com a Islândia. O cenário confirma-se: o extremo vai mesmo falhar a estreia no Euro’2016.

A contas com uma mialgia na coxa direita, o jogador do Besiktas surgiu bem-disposto no relvado do Estádio Geoffroy-Guichard, em Saint-Étienne, e até começou por dar uns toques na bola juntamente com Cristiano Ronaldo.

A verdade é que os restantes 22 jogadores acabaram por realizar o treino com normalidade, ao contrário do extremo, que trabalhou à parte e de forma condicionada com o fisioterapeuta António Gaspar. À corrida ligeira, o especialista clínico juntou uns alongamentos às tarefas de Quaresma.

Quaresma, recorde-se, falhou o treino de domingo, tendo a Federação Portuguesa de Futebol explicado que se tratava de uma medida preventiva pelo facto de o jogador ter sofrido uma mialgia (dores musculares) na coxa direita. Durante a tarde, o jogador foi examinado numa clínica em Evry, a cerca de 25 quilómetros de Marcoussis, e a ecografia realizada não detetou qualquer rutura ou microrutura muscular.

Apesar de Fernando Santos ter referido que as 24 horas antes do jogo seriam decisivas para analisar a evolução do problema de Quaresma, é certo que o selecionador não vai arriscar a utilização do camisola 20. Primeiro, simplesmente para não agravar a lesão; depois, porque tem outros jogadores à disposição que podem atuar naquele lugar. E, como o nosso jornal adiantou, Nani é o escolhido para atuar na frente ao lado de Cristiano Ronaldo.

Por Pedro Ponte
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Euro 2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.