Scolari: «Ronaldo pode decidir o jogo num segundo»

Ex-selecionador nacional deixa mensagem

• Foto: Miguel Barreira

Luiz Felipe Scolari deixou o comando técnico da Seleção Nacional em 2008 mas nem por isso deixa de seguir com a máxima atenção o percurso de Portugal. Viu, pela televisão, o empate com a Islândia mas hoje não poderá acompanhar em direto o embate com a Áustria, o que não o impede de pensar nos amigos que ainda tem na equipa portuguesa.

"Tenho pena, mas não vou poder o jogo de hoje, porque estarei em viagem com a minha equipa, mas vou ficar a torcer, como sempre [n.d.r.: o Guangzhou Evergrande joga fora com o Yanbian FC]. No primeiro jogo, com a Islândia, foi difícil, mas agora há que jogar para vencer, pois se isso acontecer Portugal estará 99% qualificado. É quase uma mata-mata, mas para a Áustria, que perdeu o primeiro jogo. E Portugal costuma dar-se bem no mata-mata. Foi assim comigo mas também depois", recorda o treinador brasileiro.

No ponto de vista de Scolari, o facto de este ser o segundo jogo do grupo também é positivo. "Portugal sempre respondeu bem no segundo jogo e isso é bom. Eu não gosto nunca do primeiro, é sempre complicado, porque frente a equipas de menor nome há sempre a expectativa de vencer, vencer. E quando não se ganha a pressão é maior, mas Portugal sempre respondeu bem no segundo jogo. É claro que teria sido melhor ganhar à Islândia, mas um empate nunca é um mau resultado", sublinhou.

"Cristiano é o mesmo de sempre. É verdade que, mais uma vez, chega ao final da temporada com um desgaste imenso e vai sendo ‘remendado’ para suportar mais estes jogos e ele sempre responde bem. Mas já passou os 30 anos e um dia vai ficar difícil, mas esse dia ainda não chegou. Além de bom capitão é capaz de decidir qualquer jogo num segundo. Espero que o faça já com a Áustria", finalizou.

"Fernando Santos é maravilhoso"

Luiz Felipe Scolari elogia o trabalho de Fernando Santos e as suas escolhas para este Europeu. "Conheci o Fernando Santos quando esteve no Benfica e no Sporting. É uma pessoa maravilhosa, com uma ética e um comportamento muito bom. Conhece muito bem o futebol português e internacional. Gosto muito dele e acho que está a fazer um grande trabalho na Seleção Nacional. Não é polémico, é uma pessoa tranquila e dizem-me que criou um grande ambiente dentro da equipa. Era tempo de começar a trazer gente nova e fez bem. Só o Ricardo Carvalho é eterno", riu-se.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Euro 2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.