Sigurdsson: «Portugal? Será apenas um jogo de futebol»

Apesar de ser a estreia da seleção num grande torneio

• Foto: Bruno Colaço/Correio da Manhã

Os jogadores da Islândia admitiram esta segunda-feira estar ansiosos para o encontro com Portugal no Euro'2016, o primeiro deste país numa grande competição, mas vão tentar encarar o duelo do grupo F como "apenas um jogo de futebol".

"Estamos desejosos que isto comece há muito tempo. Claro que vai ser o nosso primeiro jogo num grande torneio, mas temos que pensar que será apenas um jogo de futebol. Só isso. E é assim que todos temos que pensar quando entrarmos em campo", afirmou Gylfi Sigurdsson, a principal estrela da seleção islandesa.

O médio do Swansea City admitiu que os jogadores se sentem orgulhosos por estarem a fazer história no futebol do seu país e lembrou que a presença no Campeonato da Europa, em França, começou a ser construída já há alguns anos, quando foi contratado o experiente treinador sueco Lars Lagerback, o atual selecionador, em 2011.

"Claro que estamos entusiasmados. Eu sei que vou dormir bem. Se calhar, há jogadores que podem pedir alguns comprimidos para dormir ou então basta ler um bom livro", brincou o jogador de 26 anos, que esteve sempre muito descontraído na conferência de imprensa de antevisão do encontro de terça-feira, em Saint-Étienne.

Sigurdsson garantiu que chega ao Euro'2016 "em forma" e como o "depósito cheio de energia" e enalteceu o trabalho de Lagerback, treinador de 67 anos que vai somar a sua quarta presença na competição e tornar-se recordista.

"Tem muita experiência internacional e em torneios desde tipo. Sabe preparar muito bem a equipa e sem dúvida que consegue elevar o nosso nível", considerou.

A viver um sonho de criança está o capitão Aron Gunnarsson, jogador com uma longa barba e bem menos expressivo que Sigurdsson, mas que visivelmente se emocionou quando começou a falar daquele que será o jogo mais importante da história da Islândia.

"É uma sensação indescritível. Sonhei com isto em criança. Todos os jogadores na nossa equipa tinham o sonho de estar num grande torneio e cá estamos. É muito difícil descrever o orgulho que temos e sentimos. É incrível termos chegado aqui. É maravilhoso", disse o jogador do Cardiff City.

Mesmo assim, o médio de 27 anos confirmou que ele e o resto da seleção islandesa estão com os "pés bem assentes na terra", muito por culpa de Lars Lagerback.

"Ele sabe o que deve fazer, o que deve dizer e como deve a equipa jogar. Temos que ouvir atentamente tudo o que ele nos diz", explicou Gunnarsson.

Portugal e Islândia defrontam-se na terça-feira, às 20 horas, na primeira jornada do grupo F, num encontro que será arbitrado pelo turco Cuneyt Çakir.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Euro 2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.