UEFA inaugura plataforma para revenda de bilhetes

Oportunidade aos adeptos de comprarem os derradeiros ingressos

• Foto: Reuters

A pouco mais de três meses do início do Europeu, a UEFA inaugura hoje (11 horas) uma plataforma digital de revenda de bilhetes – estará aberta até 31 de março –, que dará a oportunidade aos adeptos de comprarem os derradeiros ingressos. Neste momento estão vendidos cerca de 2 milhões de bilhetes para a fase final da competição que se vai realizar em França entre 10 de junho e 10 de julho, mas a maioria dos pedidos ficará sem resposta.

Nas primeiras duas fase de compra de ingressos, a organização recebeu 12 milhões de solicitações, sendo que apenas um milhão foi aceite. Até ao arranque da competição, a UEFA estima arrecadar sensivelmente 500 milhões de euros de receita de bilheteira. De acordo com o ‘L’Équipe’, a Polónia é o país que mais pedidos fez à organização para adquirir ingressos. Outra curiosidade nesta caça ao bilhete é o facto de 8% da população da Islândia ter solicitado bilhetes para apoiarem a sua seleção na estreia em Europeus – será um dos rivais de Portugal na primeira fase da competição. Recorde-se que a Seleção Nacional está no Grupo F – a Áustria e a Hungria são os outros rivais – e o encontro inaugural de Portugal será a 14 de junho, frente aos islandeses.

Batalha contra a venda ilegal

Outras das preocupações são os bilhetes falsos e a sua venda no mercado negro. "Ninguém tem o direito de propor as vendas, exceto o organizador, por isso vamos atacar todos os sites de revenda ilegais por todas as vias processuais disponíveis. Não hesitaremos em tomar as medidas que considerarmos legalmente necessárias contra pessoas que infrinjam a lei ", prometeu Jean-François Vilotte, advogado da UEFA. Há sites que pedem... 400 mil euros por um bilhete para a final, no Stade de France.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Euro 2016

Notícias

Notícias Mais Vistas