Portugal pode decidir 'oitavos'... no desempate por cartões amarelos

Cenário em cima da mesa se o jogo com Hungria acabar empatado

• Foto: Reuters

É uma mera hipótese, mas começa a ganhar contornos reais: Portugal decidir a passagem aos oitavos de final do Europeu por causa do número de cartões amarelos. O que pode perfeitamente acontecer se o jogo com a Hungria terminar empatado 1-1.

Ao perder com a Alemanha por apenas 0-1, a Irlanda do Norte ficou no terceiro lugar do grupo C, com três pontos e um saldo de golos de 2-2. Ora pode precisamente acontecer o mesmo à Seleção Nacional. Nesse caso, se for preciso discutir com a equipa do Ulster a última vaga de melhor terceiro classificado, então aplicar-se-á o seguinte critério de desempate: o fair-play.

Os norte-irlandeses viram quatro amarelos até agora, enquanto Portugal soma dois, ambos na partida com a Áustria (Quaresma e Pepe). Se virmos mais dois e também houver empate nesse aspeto, segue-se o critério seguinte: melhor posição no ranking UEFA, onde Portugal leva clara vantagem.

Para isto acontecer, é preciso que a República Checa vença a Turquia (ou seja goleada por quatro ou mais golos de diferença) e que Suécia e/ou Irlanda vençam o seu jogo.

Dentro do próprio grupo F, a classificação pode também ser definida com recurso ao desempate pelo fair-play. Se Portugal e Islândia vencerem pela mesma diferença ou empatarem, terminarão igualados no número de pontos e no saldo de golos. 

A Islândia tem, nesta altura, vantagem por ter mais golos marcados, mas isso poderá ser anulado se, por exemplo, Portugal vencer 2-1 e os nórdicos conseguirem um 1-0 diante da Áustria (ou 1-1 e 0-0). Nesse caso, aplicar-se-á também a pontuação disciplinar, onde a equipa das quinas está melhor, pois os islandeses já têm cinco amarelos.

O primeiro do grupo de Portugal terá pela frente Bélgica ou Suécia, o segundo vai jogar com a Inglaterra e o terceiro, se for qualificado, jogará com Espanha ou Croácia.

Por Sérgio Krithinas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0