Grupo A
Grupo B
Grupo C
Grupo D
Grupo E
Grupo F

Adepto condenado a 10 semanas de prisão por insultos racistas na final do Euro'2020

Tribunal londrino de Willesden sentenciou Jonathon Best por transmitir informação "grosseira e obscena"

• Foto: Reuters
O adepto inglês Jonathon Best, de 52 anos, foi condenado a 10 semanas de prisão, depois de filmar e transmitir um discurso racista dirigido aos futebolistas Jadon Sancho, Marcus Rashford e Bukayo Saka.

A situação protagonizada por Jonathon Best ocorreu na final do Euro'2020, com transmissão nas redes sociais, depois de os três jogadores terem falhado os remates, no desempate por grandes penalidades, no jogo em que a Inglaterra perdeu diante da Itália.

O tribunal londrino de Willesden decidiu esta terça-feira sentenciar o adepto, que, anteriormente, já se tinha declarado culpado, de transmitir informação "grosseira, indecente, obscena ou ameaçadora".

"Quando a maioria do país se orgulhava do facto de os três leões [seleção inglesa] terem alcançado a sua primeira final internacional em mais de 50 anos, Jonathon Best recorreu ao Facebook para transmitir uma enxurrada de abusos racistas contra os três jogadores que falharam os penáltis", argumentou a procuradora Elaine Cousins.

Na mesma nota, Cousins sublinhou que, ao ser abordado por um amigo para que retirasse o conteúdo ofensivo da rede social, o arguido se limitou a responder: "É o meu perfil, posso fazer o que quero".

"Quero agradecer a quem relatou este crime de ódio e espero que esta acusação ajude a educar e a dissuadir as pessoas para publicações de ódio nas redes sociais", acrescentou.

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Euro 2020

Notícias